Tyler The Creator diz que o colectivo Odd Future acabou mas “aquelas sete letras são para sempre”


Tyler The Creator Odd Future acabou

As sete letras são provavelmente OFWGKTA e a pista foi dada por Tyler The Creator através da sua conta no Twitter: “embora já não exista, aquelas sete letras são para sempre”.

Odd Future Wolf Gang Kill Them All, colectivo de hip-hop americano de Los Angeles, era liderado por Tyler, e incluía nomes conhecidos como Hodgy Beats, Earl Sweatshirt, Frank Ocean e Domo Genesis.

Tyler, o rapper sem papas na lingua, começou a carreira em 2009 com o álbum Bastard, mas em 2011 surge num vídeo a comer uma barata para a música Yonkers, o que foi amplamente coberto pelos media. Tyler parecia estar num espírito nostálgico, escrevendo vários tweets sobre o início da colectiva, com links para a conta de Instagram e Tumblr dos Odd Future.

A última mixtape em grupo foi lançada em 2012, The OF Tape Vol.2. Depois começaram os primeiros sinais de dispersão. Num grupo elogiado pela heterogeniedade e pela sua criatividade inesgotável, o rap deixou de ser o elemento unificador.

Se continuavamos a vê-los juntos em sketches cómicos (no programa The Loiter Squad) ou lado a lado nas t-shirts da crew, a verdade é que desde então os principais membros não voltaram a fazer música juntos (ou assinada pelo colectivo). E este não era o único sinal. Em novembro do ano passado, em entrevista à Hip Hop DX, Tyler elogia o seu “nigga” Earl mas revela que a relação entre ambos já não é tanto próxima como noutros tempos.

Mais recentemente foi a música de Earl e Tyler a dar um sinal da distância. Earl lançou o seu terceiro álbum I Don’t Like Shit, I Don’t Go Outside: An Album by Earl Sweatshirt e Tyler o seu quarto longa duração Cherry Bomb. E se ambos surpreenderam pela sua singularidade, também surpreenderam os seguidores mais atentos por serem muito distantes.

Frank Ocean não foi excepção. É outro exemplo desta dispersão da crew e depois de Channel Orange, o seu primeiro álbum a solo, um segundo, ainda sem título, está apontado para ser lançado em Julho.

Nada dura para sempre, nem nada fica no topo para sempre. Deixamos o vídeo icónico da Oldie, gravado por Terry Richardson, em jeito de despedida.