A nova ideia da Amazon: pessoas como tu a entregar encomendas


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Provavelmente todos os dias pegas no carro, nem que seja para ir de casa para o trabalho e do trabalho para casa. E se, num desses trajectos, fizesses um pequeno desvio para deixar em casa de alguém uma encomenda que essa pessoa fez através da Amazon? Seria uma viagem “reaproveitada”, que contribuiria para uma cidade mais eficiente.

Esta é, aparentemente, parte da ideia da Amazon, de acordo com o Wall Street Journal (WSJ). O jornal indica que a gigante do e-commerce está a desenvolver uma app móvel que permita a pessoas normais – em vez de empresas de distribuição como a United Parcel Service – entregar encomendas em destinos que lhes sejam de caminho. Essas pessoas seriam, obviamente, pagas pelo serviço prestado.

Esta nova ideia é uma “ubernização” da Amazon. No fundo, a empresa poderá querer transformar os Estados Unidos num gigante serviço de distribuição.

O WSJ não divulgou qualquer tipo de data para lançar o projecto, que internamento, diz, é conhecido por “On My Way”. Também não se sabe se este produto vai alguma vez ver a luz do dia, pois, como todos sabemos, muitas empresas desenvolvem, no seu interior, ideias que depois acabam por não lançar ou lançar com outro formato.

A Amazon tem procurado, nos últimos anos, encontrar formas de tornar a distribuição de produtos mais rápida, eficiente e conveniente. Os drones voadores ou o “exército” de robôs são apenas duas das ideias da multinacional.

Por mim, uma média de 3,5 milhões de encomendas são distribuídas pela Amazon, segundo dados da SJ Consulting Group. Este novo sistema “On My Way” é uma excelente ideia. No entanto, pode correr mal se a Amazon não garantir a segurança das entregas (e se alguém decidir ficar com a encomenda para si?).

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!