O Apple Watch está de cara lavada


 
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Recém chegado ao mercado, o Apple Watch ganhou o seu espaço na WWDC e recebeu nesta segunda-feira novidades para o sistema operativo. O watchOS recebeu uma segunda versão com funcionalidades aprimoradas e outras novidades que facilitam a vida aos (ainda poucos?) utilizadores.

Em termos visuais, as grandes mudanças notam-se no momento em que olhas para o relógio pela primeira vez. Criticado pelo facto de limitar o número de layouts, passa a ser possível criar um mostrador ou com um álbum de fotos a passar aleatoriamente ou com uma timelapse a correr em background. O melhor disto é que as timelapses mudam com base na tua localização.

watchos2_02

A Apple abriu também as permissões aos programadores e com isto criou grandes “Complicações”. Se não percebeste o porquê, fica a saber que, agora, cada developer pode criar as suas próprias janelas com informações de widgets  (tempos de voo, duração de bateria, resultados das equipas), oferecendo milhões de combinações possíveis que se adaptam ao gosto de cada um. O pior disto tudo? O nome desta funcionalidade chama-se… Complications.

 

watchos2_03

E por falar em programadores, o novo SDK foi algo que agradou nesta WWDC e que vai dar um boost ao número de apps disponíveis para o Apple Watch. A partir da segunda versão do watchOS é permitido o acesso ao microfone (já podes fazer chamadas de voz), ao HomeKit (ligar e desligar as luzes do teu quadro com o relógio vai ser uma realidade) e ainda ao HealthKit, para que tenhas acesso a dados como o batimento cardíaco em tempo real. Além de permitir o acesso a todas estas novas frameworks, as apps no Apple Watch são agoras nativas. Quer isto dizer que, tanto os interfaces como a lógica por trás da aplicação correm a partir do relógio, tornando as apps mais rápidas.

Há outras pequenas funcionalidades que chegaram e permitem ao Apple Watch marcar a diferença em relação aos restantes sistemas operativos concorrentes. Podes responder a um e-mail diretamente do pequeno ecrã ou até mesmo transformar o relógio num despertador, já que foi criado um modo que deixa o mostrador permanentemente ligado durante a noite.

watchos2_04

Foi também desenvolvida uma melhor integração com o Apple Pay e a Siri consegue ler melhor o Maps e dar-te direções sem sequer ser preciso olhares para outro lado que não a estrada. Por fim: já podes reproduzir vídeo no Apple Watch (olá, app do Vine).

A versão beta do watchOS 2 está disponível a partir de hoje e, tal como os restantes sistemas operativos apresentados nesta segunda-feira, o software final vai estar disponível apenas no outono.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.