Chris Evans substitui Jeremy Clarkson no ‘Top Gear’


A BBC anunciou que o britânico Chris Evans assinou um contrato de três anos para substituir Jeremy Clarkson no Top Gear. O apresentador de TV e rádio já reagiu, dizendo que o programa do canal público britânico é um “dos favoritos de sempre”.

“Prometo fazer tudo o que estiver ao meu alcance para respeitar o que aconteceu antes e levar o programa em frente”, afirmou em comunicado Chris Evans, também ele interessado por carros.

O Top Gear pode assim ser completamente renovado, com a entrada de Chris Evans. A BBC divulgou que também os co-apresentadores Richard Hammond e James May não vão estar envolvidos nas próximas temporadas do programa, que assim aparecerá renascido das cinzas com uma ruptura com o passado.

A imprensa britânica classifica Chris Evans como um dos apresentadores mais bem sucedidos do Reino Unido. Evans vai ser visto por cerca de 350 milhões de espectadores em todo o mundo – era essa a audiência de Top Gear antes do incidente com Clarkson –, naquele que é um dos programas mais bem sucedidos além-fronteiras da BBC.

O novo modelo do programa vai começar a ser produzido nas próximas semanas, com mais informações a serem divulgadas em breve pela BBC. Já o último episódio com Jeremy Clarkson vai para o ar no final deste mês, a 28 de Junho.

Chris Evans, de 49 anos, já tinha sido convidado anteriormente a substituir o seu amigo Clarkson, mas tinha rejeitado dizendo que não estava interessado, até agora. Apesar de apresentar o Top Gear, Evans vai continuar a ser a voz do programa de rádio da BBC Rádio 2, Breakfast Show.

Em Março, Jeremy Clarkson foi afastado do Top Gear, pela BBC, depois de ter agredido um elemento da produção. No seguimento desse incidente chegou até ser ponderada uma mudança para a Netflix.