A Coca-Cola criou um conjunto de anúncios “bebíveis”


Para promover a versão sem açúcar do seu refrigerante, a Coca-Cola criou, com a ajuda da agência Ogilvy & Mather, uma campanha multimeios “bebível”. Da singular rádio a gigantescos eventos, os consumidores norte-americanos podiam usar a app Shazam para se conectarem ao anúncio e retirarem dele uma bebida grátis.

A campanha foi criada na sequência das semi-finais do campeonato de basquetebol NCAA Men, que decorreu em Abril deste ano na cidade Indianapolis, localizada no estado de Indiana

Uma das primeiras acções integradas nesta campanha foi um enorme billboard que servia Coca-Coca Zero (a tal versão sem açúcar) ao quem passagem por ele. O billboard foi instalado num festival de música para os adeptos da NCAA, intitulado March Madness Music Festival, que decorreu em Indianapolis.

Na televisão, a campanha concretizou-se com um anúncio que os espectadores “digitalizavam” com o seu telemóvel e a app Shazam, para, assim, ganharem um voucher que podiam trocar nas superfícies comerciais por uma bebida grátis. O anúncio televisivo passou no intervalo das duas semi-finais, assim como no intervalo da grande final. Uma mecânica semelhante aconteceu na rádio, num concerto promovido pela marca antes da semi-final (Coke Zero Countdown Concert), e no jogo que aconteceu no Lucas Oil Stadium.

Também existiram anúncios de imprensa que podiam ser transformados em copos, tweets que podiam ser trocados por Coca-Cola Zero e ainda mupis interactivos num centro comercial em Indianapolis.

A frase que encerra o filme da campanha resume a provocação que a Coca-Cola faz ao transpor os limites entre o físico e o digital: “Da próxima vez que estiveres com sede, bebe um anúncio”.