O Pinterest quer ser uma gigante loja online


O Pinterest continua à procura de novas abordagens para a sua rede social, em torno do conceito base de “pin”. A última delas encaixa-se no mundo do comércio electrónico. Muito em breve, vais poder fazer compras sem deixar o Pinterest.

Sim, isso mesmo. Se passas horas online a fazer pin de roupas e acessórios, esta novidade é mesmo para ti. Podes usar o Pinterest para sucessivamente guardar as peças e colecções que te interessam e depois proceder à compra.

Em 2012, o Pinterest introduziu pins de produto, isto é, se guardas um produto (digamos uma t-shirt, uma televisão ou um skate, por exemplo) numa board, tens acesso, dentro do próprio pin, a detalhes como preço, stock e marca/loja online.

Como é que isto tudo funciona? Todos os pins de produtos que possam ser comprados no Pinterest são identificados com o preço a cor azul. Podes pesquisar estes pins nas tuas boards ou em toda a rede social, o que torna o Pinterest numa gigante loja gigante. Na prática, uma pesquisa por “casaco” dá-te todos os casacos pinned, de várias marcas e lojas online; podes introduzir um filtro de preço para encontrar soluções mais baratas.

pinterestbuy_01

Encontrado o produto certo, consegues personalizá-lo, escolhendo, por exemplo, a cor ou padrão do casaco, da t-shirt, da mala ou dos ténis.

pinterestbuy_02

A última etapa é o pagamento. O Pinterest desenvolveu um sistema simples e seguro para finalizares a tua compra – e se usares iPhone, é ainda mais simples. Só tens de clicar em “comprar” e de escolher a opção Apple Pay. Em alternativa (e no Android), podes usar o tradicional cartão de crédito. Dedo no Touch ID e está feito. Só na primeira compra é que tens de introduzir os teus dados pessoais.

pinterestbuy_03

Para esta nova funcionalidade, que só estará disponível numa primeira fase nos Estados Unidos em iOS (Android durante o Verão), o Pinterest fez parcerias com algumas grandes marcas de moda, bem como com retalhistas e lojas online.

O Pinterest conta com mil milhões de boards criados e que têm “afixados” 50 mil milhões de pins, de acordo com dados oficiais da empresa, avaliada em 11 mil milhões de dólares. São 70 milhões de utilizadores activos, sendo que 85% são mulheres.

A aposta séria no comércio electrónico surge depois de estudos feitos pelo Pinterest terem mostrado que uma grande percentagem dos utilizadores – acima dos 80% – querem comprar na plataforma ou já adquiriram um produto por o terem visto no Pinterest.