Revista Orpheu reeditada cem anos depois do seu lançamento


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Finalmente. Regozijem todos os que sempre procuraram ler a revista que há cem anos atrás mudou o panorama cultural português. A revista Orpheu vai ser relançada e na sua melhor edição de sempre desde os originais que poucos, decerto muito afortunados, terão a sorte de ter.

Uma edição de coleccionador que é uma autêntica edição de luxo. Numa iniciativa inédita que assinala o centésimo aniversário da revista Orpheu, a editora Edições Tinta-da-China vai reunir, pela primeira vez, fac-símiles (reprodução exacta do original) perfeitos dos números 1 e 2 da revista, assim como as provas tipográficas do número 3 – ainda mais famoso por nunca ter sido publicado.

Para rechear esta caixa de coleccionador está material inédito como quatro ilustrações de Amadeo de Souza-Cardoso, destinados ao número 3 da revista, um folheto anunciado a participação especial de Santa-Rita Pintor no número 2 e um marcador descoberto pela editora durante a preparação desta edição completa.

orpheureeditadas_02

Com textos e ilustrações de Fernando Pessoa, Almada Negreiros, Mário de Sá-Carneiro, Santa-Rita Pintor, Ângelo de Lima, entre muitos outros, a grande publicação modernista portuguesa fica, finalmente, disponível na sua totalidade cem anos depois do seu lançamento.

Garante a Edições Tinta-da-China que para se proceder a uma edição tão ambiciosa como esta foram selecionados os melhores exemplares da revista originais de entre os escassos disponíveis nas mãos de coleccionadores. Especial atenção foi prestada à escolha dos materiais, não apenas na caixa que vai ser forrada a tecido, serigrafada e numerada, mas também ao tipo de papel usado nos fac-símiles, de alta qualidade. Inclui ainda uma brochura da autoria de Seffen Diz, contextualizando a Orpheu no contexto do modernismo.

O preço de pré-venda é de 63 euros, com a edição completa a custar 70 euros nas lojas (a partir de 10 de Julho).

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.