Ninguém acredita na separação de Marge e Homer Simpson


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Uma entrevista do produtor executivo da série, Al Jean, à revista Variety na semana passada fez nascer muitos headlines na imprensa sobre uma possível separação de Marge e Homer na 27ª temporada dos Simpsons.

Parece que, depois de décadas de um casamento que resiste a todas as adversidades, na nova temporada da série, com estreia prevista para Setembro nos Estados Unidos, Homer descobre que tem narcolepsia e, a peripécias tantas, se apaixona pela farmacêutica, terá a voz da actriz Lena Dunham.

Al Jean disse à Variety que Marge e Homer “vão separar-se legalmente” (o que é diferente de divórcio), mas não avançou detalhes sobre a duração desta separação. No entanto, a expectativa é de que seja temporária, que dure um ou dois episódios no máximo. “A separação legal vai acontecer, e será permanentemente resolvida, no espaço de um único episódio”, garante Stuart Heritage que escreve sobre filmes, televisão e música no The Guardian.

Ao longo de quase 30 temporadas, o casal zanga-se, faz as pazes, apoia-se e acaba sempre bem. Houve até um episódio no qual Homer se divorciou em segredo da mulher, mas tudo não passou de um gesto de amor, porque queria voltar a casar-se com Marge.

Apesar de não vir a durar muito tempo, esta separação legal já criou um grande impacto: ajudou a colocar os Simpsons na imprensa mundial e a gerar buzz em torno da nova temporada. Para Stuard Heritage, que escreveu no The Guardian um texto bastante crítico em relação àquilo em que a série se transformou, diz mesmo: “esqueçam Homer e Marge, talvez seja altura de nós nos separarmos legalmente dos Simpsons”.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!