Passados sete meses, a sonda File acordou


“Olá, Terra! Conseguem ouvir-me?” Foi isto que a sonda File “escreveu” no seu Twitter, para nos anunciar que acordou, depois de estar desde Novembro do ano passado adormecida e sem energia no cometa 67P/Churiumov-Gerasimenko. A File está pronta para voltar aos trabalhos no comenta.

A Agência Espacial Europeia (ESA) recebeu, durante 85 segundos, sinais da File às 23h28 de sábado (hora de Lisboa). A sonda estava adormecida desde 15 de Novembro de 2014, assim como o seu Twitter:

“A File está muito bem: está a uma temperatura de -35º C e tem disponível 24 watts de potência”, explicou Stephan Ulamec, responsável pela missão no Centro Aeroespacial da Alemanha, em comunicado. “O robô está pronto para iniciar as operações.”

A sonda File integra a nave espacial Roseta, que saiu da Terra em 2004 para estudar o cometa 67P, ao qual chegou em Agosto do ano passado. Em Novembro, a Roseta largou a File no cometa, mas a sonda caiu num local diferente do esperado, com pouca luz solar acessível. Por isso, não recebeu luz suficiente para recarregar as baterias com os seus painéis solares e só esteve activa durante três dias com a energia que já levava, realizando, nesse tempo, a sua primeira missão.

Todavia, os cientistas tinham esperança de que, à medida que o cometa se aproximasse do Sol e, dessa forma, recebesse mais energia deste, essa energia fosse suficiente para acordar a File.

Foi o que acabou por acontecer. No entanto, os cientistas aguardam agora por mais contactos com a File, já que a sonda tem na sua memória mais de 8000 pacotes de dados que vai dizer o que aconteceu nos primeiros dois dias e meio da aterragem, antes de ficar sem bateria.