Como o Snapchat vende publicidade


Com cerca de 100 milhões de utilizadores, a maioria dos quais com entre 13 e 34 anos, o Snapchat está pronto para os anunciantes. A rede social vai começar a vender espaço publicitário entre snaps às marcas através do seu formato 3V (Vertical Video Views).

O Snapchat diz que o 3V é melhor que as soluções que o YouTube e o Facebook oferecem, pois é baseado em vídeo que ocupa, verticalmente, todo o ecrã do telemóvel. Mas a empresa tem outros argumentos: o anúncio está alinhado com o contexto em que aparece e não aparece antes de conteúdo com a técnica “skip ad”. O Snapchat nota ainda que o facto de o vídeo-anúncio ocupar todo o ecrã faz com que o utilizador preste atenção apenas a ele.

snapchat3v_02

snapchat3v_03

Os anúncios vão ser mostrados nas secções Stories e Discover, entre snaps. As Stories que não sejam criadas por amigos giram em torno de um evento ou uma cidade, e nelas são exibidos conteúdos partilhados apenas por utilizadores da app. Já no Discover, o conteúdo é seleccionado por publicações, como a CNN, a MTV ou a Vice.

O Snapchat argumenta perante as marcas que é o melhor sítio para as marcas atingirem a geração de 13-34 anos. Diz a empresa que tem 100 milhões de utilizadores e que por dia são contabilizadas 2 mil milhões de visualizações de vídeo. Olhando apenas para os Estados Unidos, 60% dos utilizadores norte-americanos partilham conteúdo diariamente e as percentagens por faixa etária são as seguintes: 86% com 13-34 anos e 14% com +35 anos.

snapchat3v_04

O 3V do Snapchat permite às marcas criarem anúncios para um dado sexo, contexto ou local, através das Stories ou do Discover, mas não oferecerá ferramentas de segmentação mais alargadas, como segmentação por idade. A empresa diz querer proteger os seus utilizadores.

Apesar das promessas de forte impacto entre utilizadores e anúncios, o Snapchat ainda tem que comprovar que o formato 3V funciona, já que as métricas oferecidas pela empresa podem ainda não convencer todos os anunciantes.

snapchat3v_05