A Google desenvolveu o seu próprio “Uber” e está a testá-lo em Israel


Poucos dias depois de a Uber ter mostrado uma vez mais que não pretende associar-se à Google, eis que a gigante das buscas apresenta um serviço capaz de ser concorrência à altura no mercado das boleias. A app RideWith foi anunciada ontem e já está a ser experimentada em Tel Aviv, em Israel, permitindo encontrar formas mais baratas de ir e vir do trabalho.

Criada e desenvolvida pela equipa da Waze, o serviço de alertas de trânsito comprado pela Google em 2013, a aplicação RideWith serve essencialmente,para encontrar pessoas que partilhem os mesmos percursos a horas semelhantes e que assim possam viajar juntas no mesmo carro. Isto leva a que os custos das viagens possam ser partilhados, com uma pequena percentagem (15%) das receitas a cair na conta da Google.

O preço a pagar por cada utilizador é calculado na aplicação, com base no preço dos combustíveis e nos quilómetros percorridos, e para já a utilização desde serviço é limitado a duas viagens por dia – uma ida e volta do trabalho, por exemplo.

Se pensas que este foi um tiro nas aspirações e perspetivas da Uber para o futuro… not so fast, pois a RideWith tem um modo de funcionamento um pouco diferente. Por exemplo, o dono do carro só consegue oferecer boleias na região em que se encontra, ou seja, não pode ir de um sítio para o outro com o objetivo de ir “buscar” alguém.

“O RideWith é uma experiência na região de Tel Aviv que não compete com a Uber. Trata-se de uma plataforma criada para que motoristas se ajudem em horários de pico”, disse um porta-voz da Google.

Nos próximos tempos, a RideWith vai manter-se apenas em Tel Aviv para testes, e a empresa não tem planos de a expandir para outros países num futuro próximo. Resta esperar para saber como corre a experiência.