Livraria Lello começa a cobrar entradas aos visitantes


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

A partir de 23 de Julho, se quiseres visitar a Livraria Lello, no Porto, terás de pagar 3 euros, um valor dedutível na compra de livros. Os proprietários da livraria querem desta forma o conforto no espaço, quer para quem quer comprar livros, quer para os próprios funcionários.

A pressão turística não é uma novidade para a cidade Invicta e a Livraria Lello, uma das mais bonitas do mundo, é um dos lugares que não escapa aos guias turísticos. A movimentação à porta denuncia um interior caótico, replecto de turistas e curiosos, com os seus telemóveis ou câmaras fotográficas na mão. Os números apontam para 4 mil visitantes diários. Quem quiser comprar um livro ou simplesmente consultar o catálogo da livraria, tem a sua tarefa dificuldade.

No fundo, a centenária Livraria Lello tornou-se num museu e esse estatuto não conjunga com o de livraria. Para resolver o problema, os proprietários do espaço decidiram começar a cobrar entrada. Os turistas e curiosos terão de pagar 3 euros para visitar na Livraria Lello, mas se decidirem comprar um livro, o valor da entrada será deduzido nessa compra (esta possibilidade que é válida pelo prazo de 1 mês após a aquisição do bilhete).

Na prática, só será uma entrada paga, se a pessoa decidir ir à livraria e não adquirir um livro.

Já os clientes habituais poderão adquirir um cartão de débito, o “Amigos da Lello”, mediante o adiantamento de 10 euros dedutíveis nas compras na livraria ao longo de um ano. Esse cartão funciona como uma espécie de “via verde”, permitindo aos seus portadores entrar e sair livremente da Livraria Lello, sem o pagamento dos 3 euros.

Quanto ao cliente esporádico, que procura de um livro específico e tem de pagar uma quantia para o fazer, os proprietários dizem que a pessoa pode sempre telefonar antes, consultar o website ou dirigir-se até ao “centro de acolhimento”, instalado em frente à livraria.

A Livraria Lello, localizada no Porto junto à moderna Praça de Lisboa, já foi muito elogiada pela imprensa internacional. J.K. Rowling admitiu que a sua emblemática escadaria vermelha inspirou o cenário da saga Harry Potter.

(foto: Flickr)

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.