Seedrs, start-up que criou um “Shark Tank online”, capta investimento de 14 milhões


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

A Seedrs, start-up fundada pelo português Carlos Silva e pelo britânico Jeff Lynn, que revolucionou o conceito de crowdfunding, continua a fazer um percurso incrível e a contribuir de forma incontestável para o reforço da posição de Portugal (e da Europa) no panorama mundial do empreendedorismo tecnológico.

Esta quinta-feira, soube-se que dois fundos de capital de risco – a Woodford Patient Capital Trust (WPCT) e a Augmentum Capital – investiram cerca de 14 milhões de euros na Seedrs, subindo a avaliação da start-up luso-britânica para 42,4 milhões.

A Seedrs é responsável por uma plataforma de crowdfunding que pode ser considerada uma espécie de “Shark Tank online”, em que qualquer pessoa pode pode investir nos projetos em que acredita; só precisa de 10 euros.

seedrsinvestimento14milhoes_02

O WPCT é um fundo de investimento de 800 milhões lançado no início deste ano pela Woodford Investment Management. É gerido por Neil Woodford, considerado líder em termos dos gestores de fundos do Reino Unido nos últimos 25 anos. O fundo investe principalmente em empresas em fase de crescimento inicial, mas também tem exposição a algumas empresas blue-chip.

A Augmentum Capital é uma capital de risco fundada em 2009 por dois empresários e investidores altamente experientes, Tim Levene e Richard Matthews. A empresa apoia empresários e empresas que acredita que têm o potencial para se tornarem líderes nas suas indústrias. O primeiro fundo, Augmentum I LP, que está a investir na Seedrs, é inteiramente apoiado pela RIT Capital Partners plc, o fundo de investimento FTSE premiado, presidido por Lord Rothschild, cuja própria família é detentora de 18% das ações da RIT.

seedrsinvestimento14milhoes_03

A Seedrs vai usar o capital levantado nesta rodada para expandir significativamente os seus esforços de marketing no Reino Unido e na Europa e a actividade de desenvolvimento da plataforma. Os fundos também vão ser usados para expandir para os Estados Unidos, no seguimento da aquisição de uma empresa californiana no final de 2014.

Além deste investimento, a Seedrs vai realizar uma campanha de crowdfunding de 3,5 milhões de euros para dar aos acionistas existentes e novos investidores a oportunidade de participar. Os detalhes da campanha de crowdfunding serão anunciados em breve.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!