Step. A TAP com atitude Moche


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Da mesma forma que os sub 25 anos contactam primariamente com a marca Moche e raramente se cruzam com o MEO, a ideia da TAP com o lançamento da Step é mais ou menos a mesma. A Step é um novo programa de milhas da companhia aérea portuguesa para os jovens até 25 anos, mas, mais que isso, é uma “desculpa” para uma empresa septuagenária falar para a geração dos snaps, do Instagram e dos tweets.

Não foi há muito tempo que aconteceu a final do TAP Creative Launch, onde foram apresentadas ideias para o futuro da aviação. A maioria delas tentou responder à problemática de falta de jovens a viajar com a TAP, não porque sejam um público que gosta pouco de viajar, mas porque se trata de uma faixa etária que opta por companhias baratas, as ditas low-cost.

O Step não poderia estar a ser lançado em melhor altura. A TAP vai começar nos festivais NOS Alive e Super Bock Super Rock a fase de angariação de clientes, propondo aos jovens com entre 12 e 25 anos um programa de fidelização/de milhas, com vantagens, descontos e parcerias exclusivas, que não existem no Victoria, o actual programa de fidelização da TAP, que abrange todos os segmentos etários.

“Temos o Victória, programa de acumulação de milhas muito virado para pessoas de negócios que viajam muito, e o Flip Flap para os mais novos até 12 anos. Tínhamos um hiato entre os teenagers”, disse Paula Canada, directora de marketing da TAP, ao Dinheiro Vivo.

O Step é uma declinação do programa Victória, mas com regras de acumulação de milhas diferentes. “Acumulam mais rapidamente milhas e trazem benefícios mais ajustados aos jovens”, adiantou Paula Canada. Os clientes Step, por exemplo, recebem 50% de milhas de bónus (com base na distância real voada) sempre que viajarem, aplicando-se ainda a tabela de época baixa durante todo o ano (com descontos até 33%). O programa de fidelização tem 3 níveis: Step One, Step More e Step Up.

Mas mais que um produto, o Step é uma marca, criada pela agência de publicidade Fullsix. “Esta nova marca aparece para os jovens viajantes, com necessidades e linguagens diferentes. Afinal, são eles os mais curiosos e aventureiros clientes da companhia”, refere a agência em comunicado. “Step vem para ser uma marca fresca, ambiciosa e activa. Step recompensa quem gosta de ir mais longe. Existe para os curiosos, para quem tem sede de experiências, para quem não resiste a uma aventura ou a um desafio. Proporciona experiências, inspira e diz: não te fiques por aí.”

A Fullsix é a responsável pela comunicação da Step, desde a identidade visual aos meios tradicionais (televisão, imprensa, rádio…), passando pelo site (step.flytap.com), pelas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), activação em rua e mobile. A Step vai ter “uma app mobile dedicada, para já apenas na plataforma Android, que irá ser o principal ponto de contacto entre a marca e o target”, refere a agência.

Num ano, a TAP quer ter 200 mil clientes com este cartão de acumulação de milhas. “Vamos começar a impactar nos festivais de música, como o NOS Alive e no Super Bock Super Rock”, disse Paula Canada ao Dinheiro Vivo. A partir de 14 de Setembro, a TAP vai migrar os clientes com 12-25 anos do Victoria. “Já somos cerca de 100 mil, penso que em um ano podemos duplicar esse valor”, acredita  a responsável de marketing da TAP.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!