Duas décadas de Windows 95


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Um computador com processador 386DX ou superior, 4 MB de memória RAM, 50-55 MB de espaço de disco, leitor de disquete e ecrã VGA ou de resolução superior era tudo aquilo de que precisavas para instalar o Windows 95… há cerca de 2 décadas.

É verdade, foi a 24 de Agosto de 1995 que a Microsoft apresentava o Windows 95, uma das versões mais emblemáticas do seu sistema operativo. A primeira disponibilizada em português e a primeira com o agora icónico menu Iniciar. O Windows 95 trouxe também suporte para nomes de ficheiros maiores (até 250 caracteres) e a funcionalidade Plug And Play para automaticamente ligar um hardware e instalar o respectivo software de forma a essa hardware e o computador “entenderem-se”.

O lançamento do Windows 95 contou com a ajuda do humorista Jay Leno, ao lado do co-fundador da Microsoft Bill Gates e também de Steve Ballmer. A campanha publicitária, na qual a Microsoft investiu muitos milhões de dólares, teve como banda sonora a música “Start Me Up” dos Rolling Stones.

Como a Apple respondeu

Antes do anúncio do aguardado Windows 95 a 24 de Agosto de 1995, os funcionários da Apple colaram autocolantes nos seus carros com o texto “Windows 95 = System 7”, para dizer que o novo sistema operativo da Microsoft era igual ao Mac OS 7, lançado 4 anos antes. Quando o Windows 95 oficialmente chegou, a Apple colocou um anúncio de página inteira no The Wall Street Journal, no qual se podia ler “C:\ONGTLNS.W95″.

O Cult Of Mac tem um interessante artigo sobre este assunto.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!