Mapas da Nokia passam para as mãos de 3 grandes da indústria automóvel


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

A Nokia vai vender, por 2,8 mil milhões de euros, os mapas HERE a um consórcio da indústria automóvel, composto pela Audi AG, BMW Group e Daimler AG (Mercedes). O negócio deverá ficar finalizado no primeiro trimestre de 2016.

O futuro dos mapas HERE dentro da Nokia tem estado em discussão depois de a finlandesa ter vendido o negócio de telemóveis à Microsoft no ano passado. Em Abril último, aquando do anúncio da intenção de adquirir a gigante Alcatel-Lucent, a Nokia admitiu estar estudar a venda da divisão dos mapas HERE.

Agora nas mãos da indústria automóvel, o HERE captou alegadamente o interesse de várias empresas de todo o mundo, incluindo a Uber, a Amazon, o Facebook ou a Apple.

O HERE foi uma das apostas estratégicas para a Nokia e o desenvolvimento de mapas e serviços de localização é considerado um dos segmentos bem sucedidos da empresa. Os mapas são usados por várias empresa, entre elas a Microsoft e a Samsung. A Nokia construiu o negócio de mapas depois da compra da Navteq em 2008, por 5,7 mil milhões de euros.

Dentro da Nokia, o HERE tem funcionado como uma área de negócio separada e no primeiro semestre deste ano as receitas elevaram-se a 551 milhões de euros, com lucros de 28 milhões, mas em 2014 as perdas elevaram-se a 1,24 milhões. A área de negócio tem 6 454 colaboradores, sendo incerto ainda o seu destino.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!