Descobrimos o que está dentro da mala no Pulp Fiction


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Finalmente. Depois de anos passados e das mais variadas teorias possíveis, descobrimos o que estava dentro da mala no filme Pulp Fiction. Era este objecto que Jules e Vincent mais queriam recuperar para devolverem ao seu patrão. A resposta do que lá se esconde é muito mais complexa do que estávamos à espera, ou então muito mais simples.

As conspirações eram várias, desde as mais óbvias (a alma de Marcellus Wallace, o que justifica aquele adesivo na sua cabeça rapada), até ao mais louco e sonhador (como a ideia que sobrevivia nos anos 90 de que era um fato dourado que Elvis tinha usado). Só agora descobrimos a resolução deste mistério que há muito assolava estudantes e entusiastas de cinema.

(o adesivo que lançou a teoria que seria a alma de Marcellus Wallace dentro da pasta)

É aqui que entra o actor Phil LaMarr, que interpreta a icónica personagem de Marvin (Yes…), um dos membros do gang que rouba a pasta e que acaba por ser morto por Vince e Jules, só para ter de ser limpo pelo personagem incrível de Winston Wolf – interpretado por Harvey Keitel. Durante uma entrevista para o podcast I Was There Too“, o actor contou finalmente o que estava dentro da mala.

(Phil LaMarr na companhia dos assassinos que destruíram a sua personagem)

“Uma lâmpada. Uma lâmpada amarela de baixa voltagem.” É esta a resposta básica que responde a um dos grandes mistérios dos apreciadores de Tarantino, mas não poderia ficar por aqui. LaMarr perguntou a Tarantino, ainda durante as gravações, o que é suposto pensar que está dentro da mala. E Tarantino foi claro: “Está aquilo que tu quiseres que esteja.”

Filósofico? Claro que sim. E foi por isso que o actor passou anos a pensar nesta resposta e nas suas possíveis leituras. “Se o Vincent a abrir e lá dentro estiver o que ele quiser ver, é uma pasta mágica. Mas se o conceito é que o que está dentro da mala é o bem mais desejado de cada um, isso é o que a audiência, ou melhor, quem vê, deseja.”

(o próximo mistério para resolvermos)

Uma resposta que não vai satisfazer ninguém, mas que responde a uma mistério cinematográfico que insistia em perdurar. E já agora, porque é que a espada samurai de Kill Bill estava na loja de penhores do Pulp Fiction? 

 

 

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!