Revertemos o VIH. Uma jovem em remissão prolongada


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Foi confirmado pelo Instituto Pasteur, no final de Julho, o primeiro caso mundial de remissão prolongada do vírus da SIDA. Trata-se de uma jovem de 18 anos infectada ainda bebé que tomou os medicamentos anti-retrovirais a partir dos 3 meses e cuja família decidiu interromper o tratamento quando tinha perto de 6 anos.

A rapariga viveu sem tratamento por 12 anos e o vírus está agora em níveis indetectáveis.

É cedo para cantar vitória. Já houve outros casos de remissão e não duraram muito tempo. Quer dizer: não duraram tanto tempo. Apesar das cautelas, o caso reforça os sinais de esperança no controlo da doença.

Para mais, coincide no tempo com um importante anúncio das Nações Unidas. O secretário-geral Ban Ki-moon revelou há dias os resultados dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, destacando que o Sexto Objetivo fora cumprido: deter e reverter a epidemia mundial de SIDA.

De acordo com o relatório, no ano passado, o VIH afetava 37 milhões de pessoas em todo o mundo, mas com as novas infecções a regredirem 35% e as mortes causadas por ele diminuíram 41%.

Detivémos e revertemos a epidemia no mundo”, assegurou Ban Ki-moon. A quebra no preço dos medicamentos foi importante para suavizar as diferenças de tratamento (a SIDA foi durante algum tempo uma doença com tratamento inacessível a pessoas não ricas).

Ban Ki-moon aponta um novo objetivo: temos 15 anos para acabar com a SIDA.

(texto: Paulo Querido/Hoje)

Aprofundar

Revelado o primeiro caso de longa remissão numa criança com VIH (Julie Steenhuysen/Reuters/Público): Pensa-se que o caso da francesa é o mais longo até agora observado numa criança. Segue-se ao relato em 2013 de um bebé do Mississípi, EUA, que, depois de um tratamento precoce e agressivo contra o VIH, controlou a infecção durante 27 meses sem terapias, até que a infecção voltou.

VIH: Premier cas de rémission pour une jeune Française infectée à la naissance (France 24): L’Institut Pasteur a annoncé lundi le premier cas de rémission prolongé chez une jeune fille de 18 ans ayant été infectée par le virus du sida à la naissance. Cette Française ne prend plus de traitement antirétroviral depuis 12 ans.

Teenager ‘in remission’ from HIV despite stopping drugs (Jane Dreaper/BBC): The French virologist Francoise Barre-Sinoussi, who won the Nobel Prize for identifying HIV, also backed the idea of large studies.She told BBC News: “We need to try to find other such cases – and find out their markers, to see whether we can predict remission.

La ONU busca erradicar el VIH para el año 2030 (EFE/El Mundo): El mundo ha alcanzado su sexto Objetivo del Milenio en 2015, el de haber detenido y reducido la propagación de la enfermedad del sida, y ahora se fijará otra meta más ambiciosa para los próximos 15 años: erradicar el virus en 2030.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.