Secretário de Estado português dos Assuntos Europeus é motivo de chacota no Twitter


 

Bruno Maçães está a dar que falar no Twitter. O Secretário de Estado português dos Assuntos Europeus tentou contrariar os factos que o reputado economista Philippe Legrain lhe apresentou, numa discussão que começou com a partilha, por Maçães, de um artigo do Wall Street Journal. O político português não só não conseguiu refutar os argumentos de Legrain, como acabou por ser gozado por todo o Twitter.

A conversa entre Maçães e Legrain começou num momento de celebração do Secretário de Estado português em que gabava o futuro económico de Portugal através de um artigo do Wall Street Journal. O artigo considerava que os países em crise na zona Euro já tinham ultrapassado a Grécia, deixando-a isolada pelos piores motivos.

Bruno Maçães aproveitava esta peça para referir a platitude do risco quando foi interrompido por Philipe Legrain, economista político e escritor. Especializado em economia europeia e global, foi rápido a contradizer o ministro português. Contrapôs com os 7,5% de atraso que a nossa economia ainda tem face a 2008.

A resposta irada de Maçães, que exige que Philipe Legrain admita as previsões erradas que fez, ainda assume que Portugal está a crescer sem dívida pela primeira vez em quarenta anos. Recebe de resposta que o nosso buraco é enorme e Legrain acusa o crescimento frágil, a dívida tremenda, o desemprego que não baixa e a ultrapassagem de países como a Polónia (e a Eslováquia) a Portugal.

Isto leva a que Maçães o considere errado, dizendo que a ideologia do economista o impede de ver os factos. E é aqui que se torna embaraçoso. Legrain diz que se está a defender com os factos, Maçães diz que o debate é impossível quando alguém fica irritado quando o provam errado.

O tweet de Philippe Legrain que fecha o assunto é a dizer que adora que Bruno Maçães não apresente um único facto, acrescentado que está a rir-se da falta de argumentos do português. Provavelmente foi bloqueado por Maçães, comportamento pouco democrático, mas recorrente da parte do português no Twitter.

Um dos últimos tweets de Legrain sobre o Secretário de Estado português é em resposta a um jornalista austríaco, Robert Misik, que apanhou a vergonhosa discussão a meio:

Foi toda esta conversa que Philippe Legrain colocou no Facebook e que tem estado a ser partilhada desde então. É claro que as piadas não demoraram muito tempo a chegar.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.