Uber está a testar serviço semelhante ao de um autocarro


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

A oferta pública inicial da empresa poderá estar para breve. E a Uber vai vencendo os reguladores, um por um. Quando se fala aplicações como a Uber ou a concorrente Lyft, fala-se sempre da forma como estas são alternativas aos táxis tradicionais quando na realidade são também uma alternativa aos transportes públicos.

A Uber sabe disso e por essa razão está a testar uma funcionalidade com o nome de Smart Routes, cujo objectivo é aumentar a eficiência do serviço UberPOOL, apanhando pessoas ao longo de um determinado percurso.

O UberPOOL é o serviço de carsharing da Uber, que está disponível em algumas cidades. A ideia é diminuir o número de carros na estrada ao um mesmo veículo transportar pessoas com um percurso/destino idêntico.

uberbus_02

Com as Smart Routes, em vez de teres o UberPOOL à tua porta, podes apanhá-lo numa rua mais eficiente do ponto de vista da Uber e dos seus condutores (menos tempo perdido, menos combustível gasto). É menos conveniente para ti enquanto passageiro (por vezes, tens apenas de andar uns metros), pelo que a empresa compensa-te com um desconto de 1 dólar ou mais na viagem.

Enquanto a empresa testa novas funcionalidade, houve uma fuga de informação de que a Uber teve uma facturação de 2 000 milhões de dólares e que prepara uma oferta pública em bolsa para daqui a 18 ou 24 meses. Há muito tempo que se fala de uma possível entrada em bolsa, mas esta é a primeira vez que surge algo parecido com um calendário.

A presença da Uber nos vários mercados em que opera tem sido tudo menos pacífica. Em Portugal, existe uma providência cautelar que proíbe a operação do serviço no nosso território, mas, como a contestação apresentada pela empresa ainda não seguiu os trâmites legais, esta continua a operar.

Para lidar com os problemas causados pela regulação de vários países, a Uber está a encetar uma série de acções legais que têm sido bem sucedidas nas Filipinas, México, Espanha, Alemanha, Brasil e Canadá. Parece que a maré está lentamente a virar a favor da Uber, ajudando-a a ser considerada um negócio legítimo e a preparar o caminho para entrada em bolsa.

Texto: Mário Rui André e Vasco Napoleão

Aprofundar

Uber Tests Bus-Style Discounted “Smart Routes” (Josh Constine/TechCrunch): Uber lets us trade money for time. But the cheaper the rides, the more people who will use Uber. That’s why it’s testing a way to let you pay less money for a little less convenience and a little less time saved. I recently spotted a new option in UberPool in San Francisco, and Uber now confirms it’s testing what it calls “Smart Routes.”

Leaked Doc: Uber Nears $2 Billion in Revenue, Expects IPO in 18-24 Months (Carmel DeAmicis/Recode): Its 2016 projection numbers show $26.12 billion in payments processed, which is a little over $5 billion in revenue. The document also predicted an IPO for Uber within 18 to 24 months. Although there’s been plenty of theorizing about when Uber would go public, this is the first indicator on the potential timeline.

Uber’s Drive Toward World Domination, One Regulatory Green Light at a Time (Carmel DeAmicis/Recode): The more legitimate Uber becomes in the eyes of international law, the more stable its business is. The company faces a big risk going public, being subject to the roller coaster of public investor opinion, while it’s still fighting these tumultuous battles around the world. The more things settle down for the company, the safer it is for Uber to IPO.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!