Iniciativa Android One chega a Portugal através da BQ


Iniciativa Android One portugal
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Dá as boas-vindas ao Android One. A iniciativa da Google para colocar um telemóvel Android na mão do maior número de pessoas chegou agora a Portugal e a Espanha, através de uma parceria com a fabricante espanhola BQ. O novo BQ Aquaris A4.5 tem especificações que não impressionam, mas a relação preço/benefício e o facto de correr sempre a última versão do Android são pontos a favor.

O Android One não é um programa de hardware e software da Google, que pretende, em parceria com as fabricantes de telemóveis, criar equipamentos de baixo custo, mas capazes de oferecer uma experiência boa e básica de utilização. A tecnológica de Mountain View garante actualizações durante 2 anos ao sistema operativo dos telemóveis desenvolvidos ao abrigo desta iniciativa, evitando um problema recorrente com os telemóveis mais baratos: tendem a ficar com uma versão antiga do Android, sem qualquer possibilidade de update, deixando os utilizadores sem acesso a novas apps e serviços.

Apresentado em Junho do ano passado, a iniciativa Android One destina-se sobretudo ao mercados emergentes; está presente em vários países através de várias parcerias com fabricantes locais. Chegou agora à Europa, nomeadamente a Portugal e a Espanha.

Com uma resolução de ecrã de 4,5 polegadas (960×540 pixels) e um processador quad-core de 1 GHz da MediaTek, é fácil concluir que o BQ Aquaris A4.5 está longe de se aproximar dos topos-de-gama da Samsung ou da HTC. O preço de 179,90 euros (10 euros mais caro em Portugal que em Espanha), também coloca o telemóvel da BQ longe dos equipamentos disponibilizados ao abrigo do Android One nos outros mercados, como India, Bangladesh, e Filipinas, onde o preço ronda os 100 dólares/euros.

O BQ Aquaris A4.5 tem uma câmara traseira de 8 megapixels, que filma em 720p, e ainda uma frontal de cinco megapixels – exatamente os mesmo números do iPhone 6S (mas importa referir que esta não é a única “medida” que determina a qualidade de uma câmara). Para fotos, vídeos e outros ficheiros existe uma memória interna de 16 GB e 1 GB de RAM deve aguentar com tudo o que não envolva jogos pesados e muitas apps abertas. Por fim, a bateria de 2470 mAh promete alguma autonomia.

O sistema operativo que vem no BQ Aquaris A4.5 é o Android 5.1.1 Lollipop, mas está pronto a receber o Android 6.0 Marshmallow, quando este for lançado para o mercado.

Em suma, o BQ Aquaris A4.5 é um equipamento para ligar o maior número possível de pessoas à net e permitir a todos o acesso à economia digital. Resulta, assim, numa excelente compra para quem faz as tarefas básicas como chamadas, mensagens e redes sociais.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!