Novo ano, novo iPhone. Estão aí o 6S e o 6S Plus


iPhone 6S e 6S Plus

Sim, chamemos-lhe novo. É verdade que será praticamente impossível distinguir o iPhone 6S do iPhone 6 sem lhes mexer, mas há umas quantas novidades que vale a pena referir. E podemos começar pela novidade “mais visível” que poderá ajudar nessa distinção.

A foto de família dos iPhone nunca foi tão grande. A chegada de uma nova cor à traseira dos iPhone veio aumentar a escolha dos que ostentam a maçã com orgulho e uma boa dose de vaidade. O Rose Gold é a cor que representa novamente uma aproximação da Apple ao mercado feminino, depois da chegada do dourado aquando do lançamento do iPhone 5S. Podemos dizer que é mais uma opção girly, mas vá lá rapazes, no judgments. As cores Gold, Silver e Space Grey mantêm-se da versão anterior.

iphone6s_02

Passando para coisas sérias, a maior novidade relacionada com os novos iPhones terá sido a confirmação da nova tecnologia de toque. O 3D Touch é basicamente a tecnologia Force Touch apresentada no Apple Watch e “roubada” pela Huawei para o seu smartphone, mas com uma designação diferente.

Nomes à parte, o 3D Touch é uma bela novidade. Baseada na pressão que aplicamos em cada toque no ecrã, esta permite interagir com aplicações sem que tenhamos que as abrir, facilita a navegação entre aplicações e a até a utilização das mesmas. Tudo isto para que possamos fazer mais facilmente todas as tarefas que fazemos frequentemente com cada aplicação. Uma funcionalidade que não se resume ao home screen mas que nos será bastante útil nesse menu, para além do gaming e de todas a aplicações que tirarão partido desta nova janela de oportunidades.

iphone6s_03

A nova câmara tem 12 megapixels, um upgrade relativamente aos 8 dos modelos anteriores. Com um autofoco melhorado (promessa eterna que dificilmente é contestada), uma das grande novidades é possibilidade de gravar vídeos em 4K, com uma resolução de 3840×2160 pixels. Os fãs das selfies (cof cof) terão uma câmara de FaceTime com 5 MP e com um Retina Flash que iluminará até 3 vezes mais do que o anterior. No fundo, este Retina Flash consiste em o ecrã do telemóvel ficar instantaneamente branco, irradiando a cara da pessoa.

Mas a grande novidade relacionada com a câmara serão as Live Photos. Fotos com movimento. E som. Mas calma, isso não é um vídeo? Pois. As Live Photos são fotos com movimento e som que capturam os momentos imediatamente antes e depois do disparo. Desta forma, a Apple quer trazer mais vida às imagens que revisitaremos um dia mais tarde. Esta feature poderá depois ser apreciada em todos os dispositivos Apple que corram os sistemas operativos iOS 9 ou OS X El Capitan.

iphone6s_04

De resto, os iPhone 6S integram o novo processador A9 para mais rapidez e melhor performance (o processador de movimento, o M9, foi integrado dentro do A9 para que possa estar sempre ligado). Os equipamentos agora revelados são do mesmo tamanho que os seus antecessores: 4,7 e 5,5 polegadas. No entanto, os modelos 6S são ligeiramente mais espessos e pesados.

Uma novidade exclusiva para os EUA é o iPhone Update Program. Por 37 dólares, qualquer pessoa poderá receber um iPhone 6S de 16 GB novo todos os anos, por troca com o seu anterior equipamento. Quem quiser outro modelo, terá de pagar uma mensalidade maior.

No que diz respeito a preços, e avaliando pelo histórico da marca, os valores devem manter-se. Com 3 configurações no que diz respeito à capacidade de armazenamento, a versão de 16 GB do iPhone 6S deverá estar disponível em Portugal por 699 euros. A versão de 64 GB custará provavelmente 799 euros e a versão de 128 GB custará 899 euros.

Falando do iPhone 6S Plus, e confiando novamente na actuação da marca nos últimos anos, os preços serão 799 euros (16 GB), 899 euros (64 GB) e 999 euros (128 GB). Quanto à chegada a Portugal, espera-se que aconteça entre Outubro e Novembro, sendo que a data de pré-reserva do ano passado foi 26 de Setembro.

Apesar de a Apple ter mantido a configuração de 16 GB como a mais baixa do iPhone, aumentou os planos de iCloud. Agora 50 GB custa apenas 0,99 dólares/mês, 200 GB são 2,99 dólares/mês e 1 TB significa 9,99 dólares/mês. Mantém-se os 5 GB gratuitos.

O Shifter é gratuito e sempre será. Mas, se gostas do que fazemos, podes dar aqui o teu contributo.