Uma campanha de Kickstarter para preservar o logo de 1975 da NASA


kickstarter logo 1975 NASA
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Mais do que o resultado prático do trabalho criativo de um designer, um logo é uma verdadeira referência simbólica de uma marca ou empresa, sendo idealmente característico dos seus valores e missão. Mais do que isso, e particularmente nos tempos que correm, um logo reflete a identidade gráfica de toda uma companhia, sendo sensível a mudanças de peso na sua direção ou progresso – como de resto, vimos com o exemplo da Google.

Contudo, dois designers gráfico de Manhattan viraram as suas atenções para um outro logo com a sua quota parte de impacto histórico – o logo “worm” da NASA, que foi introduzido na agência espacial norte-americana no ano de 1975.

Jesse Reed e Hamish Smyth, que trabalham para o estúdio de design Pentagram, lançaram assim uma campanha na Kickstarter com o objetivo de preservar o manual gráfico da NASA desse ano, um conjunto de 82 páginas com várias diretrizes de aplicação do logo “worm” aos vários equipamentos e produtos da agência espacial, de foguetões até fatos espaciais.

Corria o ano de 1972 quando, por iniciativa do presidente Richard Nixon, o governo dos Estados Unidos da América lançou o “Federal Graphics Improvement Project” com o intuito de melhorar os padrões estéticos das várias agências do governo. A NASA foi uma das primeiras empresas escolhidas para receber uma renovação de imagem, tendo o projeto sido entregue em 1974 aos designers Richard Danne e Bruce Blackburn. Um ano depois nascia o logotipo “worm”, aclamado pelo seu visual simplista mas que sugere movimento e verticalidade, ao mesmo tempo que é um logo versátil que se adapta facilmente aos vários ramos da empresa.

preservarlogonasa1975_02

preservarlogonasa1975_03

preservarlogonasa1975_04

preservarlogonasa1975_05

preservarlogonasa1975_06

O lettering escolhido, com linhas longas e amplas como que se de uma minhoca (worm) se tratasse, é uma ferramenta visual que permite facilmente identificar o nome da empresa à sua atividade, seja através dos “A” que se assemelham a um foguetão ou do “N” e dos “S” que passam a ideia de viagem, sendo posteriormente complementado com a cor vermelha, indicativa de a NASA ser uma empresa de ação.

Ainda que o trabalho da Danne&Blackburn tenha sido um sucesso na altura, nos anos que se seguiram muitas vozes dentro da NASA defenderam o regresso do “meatball”, logotipo original instaurado na empresa desde 1959, o que acabaram por conseguir em 1992. Ainda que tenha apenas sido utilizado por um período de 18 anos, o logotipo “worm” ainda hoje é reconhecido como uma das imagens de marca da agência espacial, quer pela importância histórica que teve na reorganização da empresa na altura, quer pela qualidade do produto ao nível do desIgn propriamente dito.

preservarlogonasa1975_07

preservarlogonasa1975_08

preservarlogonasa1975_09

A campanha no Kickstarter para preservar o manual de normas gráficas de 1975 revelou ser um sucesso, tendo os 175 mil dólares definidos como meta sido atingidos no espaço de um só dia. Com ainda 23 dias para o final da campanha, os designers gráficos já angariaram um total superior a 700 mil dólares, recolhidos de quase sete mil contribuidores que vão receber uma cópia das 82 páginas do manual.

preservarlogonasa1975_10

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.