NASA descobre evidência de água em estado líquido em Marte


Durante anos, os cientistas souberam da existência de água gelada no interior de Marte. Agora, pela primeira vez, a NASA está a dizer-nos que existe água salgada em estado líquido a escorrer pelos desfiladeiros e crateras do Planeta Vermelho durante os meses de Verão.

A descoberta pertence a um grupo de cientistas e foi publicada esta segunda-feira, 28 de Setembro, na revista Nature Geoscience. É resultado de uma análise a estrias escuras descobertas em 2011 em Marte, que surgem no final da Primavera e prolongam-se até ao Verão de cada ano – realizada com a ajuda do satélite Mars Reconnaissance Orbiter (MRO).

Na altura, as imagens do MRO sugeriam a água salgada em estado líquido, mas só agora, depois de análises feitas com outro aparelho daquela sonda, é que ficou confirmada a existência de sais hidratados que foram precipitados a partir de água corrente ou, pelo menos, gotejante.

agualiquidamarte_estrias

Esta descoberta pode ter implicações para a existência de vida (microscópica) em Marte. Os cientistas desconhecem ainda qual a fonte da água, mas admitem as hipóteses de resultar do gelo existente no interior do planeta, de lençóis de água salgada ou da condensação da atmosfera marciana.

Certo é que as as estrias salgadas em Marte não têm necessariamente de suportar vida. Esta descoberta indica, contudo, que o planeta não é tão seco como se pensava. Ainda que não se possa afirmar que há vida, os cientistas sabem onde procurá-la no futuro.