NOS Em D’Bandada volta a invadir a baixa do Porto no dia 12 de Setembro


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O NOS Em D’Bandada está de regresso para a sua 5ª edição. Vão ser 78 bandas espalhadas por 21 espaços da baixa do Porto, durante 14 horas de música. O cartaz foi apresentado ao final desta manhã no Coliseu do Porto, um espaço que passa a integrar o roteiro do festival.

De entrada gratuita, o NOS Em D’Bandada promete voltar a encher dia 12 de Setembro de vida a baixa do Porto, naquela que a organização apelida de a maior edição até à data.

O evento, que já é conhecido como o São João da Música e que tem o apoio da Câmara Municipal do Porto, , vai trazer uma amostra que bem ilustra a força da música que se faz em Portugal. A programação volta a ter como base o projecto da editora NOS Discos sobre a alçada do diretor artístico e programador do evento Henrique Amaro, e conta também com a ajuda de várias prestigiadas editoras e promotoras de música 100% portuguesa, nomeadamente Azáfama, Filho Único, Lovers & Lollypops, Maus Hábitos, Pataca Discos, Sister Ray ou Turbina.

O elétrico 203 volta a receber um concerto móvel que percorrerá a baixa do Porto com um dos mais consagrados artistas portugueses a bordo, Jorge Palma. Vamos ter fado no Coliseu Porto com Carminho e Aldina Duarte. A Avenida dos Aliados vai receber Miguel Araújo, um dos embaixadores do evento. A Praça dos Poveiros levará ao público os aclamados nomes do hip-hop português, nomeadamente Valete e Sam The Kid/Mundo Segundo, e contará também com a presença dos novos projectos portugueses neste segmento. A Praça dos Leões não perde a tradição de espaço reservado ao evento e será o palco para os projectos electrónicos que têm vindo a ter cada vez mais destaque nacional e internacional. A Igreja de Santo Ildefonso, na Praça da Batalha, também entra no mapa do D’Bandada, com concertos de Benjamim, Tape Junk e Éme.

No cartaz, também estão nomes como Tó Trips, Modernos, B Fachada, Branko, Francis Dale, Peixe (dos Ornatos Violeta), MoullinexKeep Razors Sharp, entre muitos outros.

nosemdbandada15_02

nosemdbandada15_03

Artistas: Aldina Duarte, Alex FX, Arruada, B Fachada, Bamba Social, Banda às Riscas, Basset Hounds, Beautify Junkiards, Benjamim, Birds Are Indie, Black Mamba, Branko, Caos Fofinho, Carminho, Coelho Radioativo, O.G.B.E., Cut Slack, Deau, Desligado, DJ Miguel Quintão, Ekco Deck, Éme, Filho da Mãe e Ricardo Martins, Flamingos, Francis Dale, Ghost Hunt, Gin Party Sound System, Golden Slumbers, Helena Sarmento, Isaura, Janeiro, Jorge Palma, Keep Razors Sharp, Lola Lola, Marionetas, Melopeias, Miguel Araújo, Mike El Nite, Mirror People, Modernos, Moullinex, Mr. Herbert Quain & João Pedro Fonseca, Niagara, Nuno Prata, O Incrível Homem Bomba, Olavo Lúpia, Oliveira Trio, Paulo Barros, Pega Monstro, Peixe, Pista, Plus Ultra, Rated With an X, Sam The Kid / Mundo Segundo, Sampladélicos, Savanna, Stone Dead, Super 8, Tape Junk, The Sunflowers, The Walks, The Wild Booze, They’re Heading West, Thunder & Co., Tó Trips, Trêsporcento, Vaarwell, Valete, Weatherman, Xinobi, Youth Culture HiFi, Youthless

Espaços: Avenida dos Aliados, Café Au Lait, Café Ceuta, Cave 45, Coliseu Porto, Elétrico, Era Uma Em de Paris, Hotel Paris, Igreja Santo Ildefonso, Locomotiva, Maus Hábitos, Passos Manuel, Plano B, Poveiros, Praça dos Leões, Praça Lisboa, Rua Conde de Vizela, Rádio, Rua, Rua Cândido dos Reis.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!