É desta: temos de dar uma nova oportunidade ao Skype


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

A Microsoft está empenhada a dar uma nova vida ao Skype. No Windows 10, vai transformá-lo numa espécie de “iMessage”, integrando-o nas raízes no sistema operativo. Para já, a empresa de Redmond renovou as apps para iOS e Android, depois de ter feito o mesmo na app para Mac e de ter lançado uma versão web.

A nova versão que acabou de chegar ao Android e ao iOS traz basicamente uma interface redesenhada, afastando a confusa linguagem do Windows Phone. As novas apps respeitam os sistemas operativos em que estão inseridos, isto é, a versão Android segue o material design, enquanto que a iOS respeita as regras de Jony Ive.

Lá bem no fundo, é o mesmo Skype de sempre. Só que melhor.

novoskype6ios

O Skype é agora uma app de mensagens a sério, semelhante a um WhatsApp, Messenger ou Google Hangouts. Os vários separadores organizam a app em mensagens de chat, lista de contactos e chamadas telefónicas efectuadas via Skype. Podes ainda aceder ao teu perfil, mexer nas definições do serviço e pesquisar pessoas/conversas.

O Skype permite trocar mensagens de texto (com emojis), partilhar fotos e vídeos, dizer onde estamos e realizar videochamadas com até 10 pessoas. Tudo gratuitamente, entre os utilizadores da app. Existem funcionalidades extra – como chamadas para qualquer número móvel ou fixo –, que são cobradas através de crédito Skype.

A versão 6.0 do Skype significa ainda boas notícias para iPad, uma vez que agora a app é igual à do iPhone. Tem as mesmas funcionalidades, só que tira partido do ecrã maior.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!