Ártico protegido. Obama cancela licenças de exploração


licenças de exploração
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

2015 promete mesmo ser um ano marcante para o ambiente à escala mundial: depois de a Shell ter abandonado as perfurações no Ártico, agora foi o próprio presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, a cancelar todas as licenças de perfurações na região.

Uma grande notícia para os ambientalistas, que ao longo dos últimos anos lutaram imenso para proteger uma das regiões mais sensíveis do planeta, e que corria o risco de desagregação face às perfurações por petróleo e gás.

A administração americana não só cancelou as licenças previstas para 2016 e 2017, como também disse um claro não à possibilidade de novos pedidos da Shell e outras empresas para explorarem a região.

A pouco mais de um mês da conferência da ONU sobre as alterações climáticas, em Paris, Obama deu um grande passo para mudar a política ambiental dos Estados Unidos.

Texto: Joaquim Semeano

Aprofundar

Obama administration blocks new oil drilling in the Arctic (Niel Lawrence/EcoWatch): Interior Department cancels two future offshore leases in Chukchi and Beaufort seas and will refuse requests from oil companies to renew existing leases.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!