First on Twitter: porque tudo nos chega primeiro em 140 caracteres


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O Twitter decidiu estender a sua comunicação aos meios offline para demonstrar como todas as notícias começam a ser partilhadas online. Através de um conjunto de anúncios de imprensa, a rede social decidiu mostrar-nos como a informação se difunde e o importante papel do Twitter para a sua divulgação.

A ideia, obra da Ogilvy Singapura, partiu de um insight simples mas muito poderoso: o que sabemos, sabemos primeiro pelo Twitter. E foi isso que decidiram espelhar nestes três anúncios de imprensa.

firstontwitter_02

Apesar da comunidade Twitter em Portugal ser ainda pequena é uma verdade quase empírica que todas as notícias e informações relevantes a nível mundial se difundem pelo Twitter primeiro e de forma universal. O contexto da plataforma assim o permite e às vezes basta uma hashtag para a difusão acontecer.

Posto isto, os anúncios apresentam a propagação de uma notícia, como se de uma onda se tratasse, em que o Twitter é o ponto fulcral para a sua chegada aos restantes meios de comunicação. Esta demonstração faz-se de forma cronológica, apresentando mesmo os momentos em que grandes grupos deram pela primeira vez a notícia (obviamente depois do Twitter).

firstontwitter_03

As três abordagens focam-se em temas completamente distintos. Desde o raid a Osama Bin Laden, passando pelo nascimento do bebé real inglês e acabando no terramoto de 2008 na China. Mas o que fica mesmo é o impacto visual das imagens. Não podemos deixar de dar um pequeno destaque a Loo Yong Ping e Simon Prades pela direcção de arte e ilustração, respectivamente.

Esta acaba por ser também a melhor forma de explicar porque temos uma grande comunidade de jornalistas no Twitter. Well done, Ogilvy. Thank you, Twitter.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!