O que é feito de Jon Stewart? Tem mais barba e cuida de animais


O que é feito de Jon Stewart? A resposta a esta pergunta é menos previsível do que se adivinharia com a retirada do humorista da cadeira maior do The Daily Show. A sua capacidade satírica para com os temas mais fracturantes da sociedade norte-americana valeu-lhe, enquanto opinion leader, uma legião de seguidores que sonhava com o seu retorno aos palcos do stand-up ou, pelo menos, ao centro de quaisquer outros holofotes com um novo projecto humorístico.

A realidade mostra-nos um desfecho diferente no que ao futuro de Jon Stewart diz respeito. Os quase 3 meses que se sucederam desde o seu último programa enquanto apresentador do The Daily Show têm sido encarados pelo humorista enquanto uma fase de desaceleração do ritmo sufocante a que o mesmo esteve exposto nos últimos 16 anos. Ou pelo menos assim aparenta.

Numa reportagem emitida pelo programa norte-americano CBS This Morning, Stewart apareceu mais barbudo e de roupa descontraída para falar da sua rotina actual na Bufflehead Farm, a sua quinta em New Jersey. Nesta nova fase, o humorista afirma que tem tido mais tempo para estar presente para a sua família tal como para fazer pequenas e banais tarefas que antes o tempo não lhe permitia como lavar o seu próprio carro. Para além da visível tranquilidade, Jon e a sua mulher têm também dedicado boa parte do seu tempo à construção de um santuário animal que brevemente irá albergar centenas de animais, vítimas de maus tratos e resgatados às indústrias alimentares.

Quando questionado acerca das saudades que poderia ter do programa, Stewart respondeu que “sentia falta dos seus colegas” mas não do programa porque o considera um “projecto completo” da sua vida. O humorista disse também que tem desfrutado da flexibilidade dos seus novos horários, que ainda escreve com frequência mas não deixou qualquer pista relativamente a um futuro projecto.

Seja nos teatros, televisões ou rádios, resta-nos esperar que Jon Stewart volte e, se não for pedir muito, enquanto correspondente do The Daily Show, como sugeriu em Março, antes de abandonar o programa.

Texto de: André Cabral
Editado por: Mário Rui André