Afinal, os LCD Soundsystem vão ou não voltar?


os LCD Soundsystem vão ou não voltar
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Foi o Consequence of Sound que, na semana passada, avançou a notícia do regresso dos LCD Soundsystem, citando “múltiplas fontes” e apontando o próximo ano para aguardado acontecimento. A Billboard, entretanto, confirmou a informação do CoS, depois de uma fonte próxima lhe ter dito que a banda de James Murphy vai “definitivamente regressar” em 2016.

Todavia, a notícia do regresso dos LCD Soundsytem foi rapidamente desmentida pela DFA Records, editora fundada por Murphy e também por Jonathan Galkin. À Pitchfork, Galkin referiu que os “rumores não têm fundamento”.

Foi em 2011 que James Murphy reuniu os LCD Soundsystem uma última vez. Durante mais de três horas de concerto, o Madison Square Garden, em Nova Iorque, recebeu uma das bandas mais marcantes do início do século XXI e viu-a despedir-se de um público fiel, que rapidamente esgotou a sala. Segundo Murphy, manter os LCD Soundsystem tinha-se tornado “insustentável”, dando como uma das razões a cansativa vida de estrada.

Segundo o Consequence of Sound, o grupo juntar-se-á para encabeçar, pelo menos, três festivais de verão no Reino Unido e nos Estados Unidos. Apesar do desmentido da DFA Records, o CoS mantém-se fiel às suas fontes e garante que os LCD Soundsystem vão mesmo regressar. “As nossas fontes sublinham que a banda pretende reunir no próximo ano e nós mantemo-nos presos à nossa notícia original”, escreve o site.

O Shifter precisa de cerca de 1600 euros em contribuições mensais recorrentes para assegurar o salário aos seus 2 editores. O teu apoio é fundamental!