The Voyages Issue: 6 “viagens visuais” pelos confins do mundo, com o selo do The New York Times


The Voyages Issue

A The New York Times Magazine lançou recentemente uma edição especial de fotografia, intitulada “Voyages”. Esta contém o trabalho de seis fotógrafos em seis pontos distintos do planeta. Seis viagens, algumas mais literais, outras mais no reino da comunicação e do simbólico, contadas através de uma perspetiva pessoal que expõe e digere a realidade que nos rodeia mundo fora.

E ainda que num primeiro olhar sobressaiam as diferenças mais evidentes nesta multiplicidade de cenários e formas de vida, é possível encontrar detalhes e pormenores em que, no fim de contas, somos todos iguais, como relembra o editor da NYT Teju Cole na sua introdução ao “Voyages”.

Vê a incrível experiência interactiva aqui.

thevoyagesissue_02

thevoyagesissue_03

thevoyagesissue_04

Comecemos na Nigéria, onde Glenna Gordon faz uma viagem de comboio entre dois polos distintos do país africano – Kano, uma cidade antiga de comércio tradicional que enfrenta várias investidas do temido grupo extremista Boko Haram e Lagos, cidade que é um dos maiores centros urbanos em crescimento da Nigéria. As carruagem, cheias de passageiros locais, seguem percurso pelo coração do país africano numa viagem que chega aos mil e cem quilómetros de distância. Glenna documentou a viagem, as suas gentes e os seus costumes.

thevoyagesissue_05

thevoyagesissue_06

A viagem de George Giourgio levou o fotógrafo à costa do Mar Negro, por onde fotografou pessoas e cenários de várias cidades da Ucrânia até à Bulgária. Uma das zonas mais pobres da Europa, é difícil não reparar nos vários vestígios de tempos soviéticos que ainda hoje fazem parte da história desta zona, que servem de background melancólico à classe operária que encontra reconforto nos encontros informais e na fatídica rotina.

thevoyagesissue_07

thevoyagesissue_08

thevoyagesissue_09

Alec Soth mudou um pouco as regras do jogo – ao invés de ir em busca da sua matéria-prima, decidiu trazer até si a efervescente cidade de Tóquio. Alec ficou hospedado no Park Hyatt Tokyo, hotel onde foi filmado um dos seus filmes favoritos, “Lost in Translation”. Fazendo jus ao título da trama, o fotógrafo desenvolveu um trabalho próximo e intimo, com pormenores da sua estadia no hotel e retratos de grande carga simbólica e cultural. É dele a imagem que faz capa da edição especial da “Voyages”.

thevoyagesissue_10

E porque não um saltinho de avião até Angel Falls, na Venezuela, onde se situa a mais alta queda de água do planeta? John Steinmetz levou esse pensamento mais longe e acabou por fazer uma pequena viagem em família, tendo levado consigo o seu filho de 13 anos. As imponentes imagens aéreas deste colosso da natureza de 930 metros de altura contrastam na perfeição com a ingenuidade das pequenas “explorações” do filho do fotógrafo.

thevoyagesissue_11

Uma vez em Istambul, Turquia, Bieke Depoorter indagou-se sobre como seria a realidade por detrás das portas e cortinas das casas das várias famílias residentes. Com a ajuda de um tradutor conseguiu a bênção de algumas destas famílias para passar o dia com elas e fotografar os seus lares. O resultado, agora à vista, é composto por retratos íntimos e reveladores de um largo espectro de realidades.

A sexta e última das viagens da “Voyages” encontramos o trabalho a preto e branco de Hiroshimi Sugimoto por vários monumentos históricos de Itália. Numa demanda pessoal para retraçar os passos de um grupo de caminhantes cristãos japoneses de há 4 séculos atrás, Sugimoto foca no seu ensaio fotográfico a passagem do tempo e como esta se manifesta nos locais seculares da cultura e da história italiana.