’25’ de Adele saiu hoje, mas ficou de fora das plataformas de streaming


A notícia foi avançada pelo The New York Times. 25, o muito aguardado álbum da britânica Adele, não vai para já constar em serviços de streaming, como o Spotify ou o Apple Music. A razão é simples: não precisa. De acordo com as projecções, o disco deve vender cerca de dois milhões de cópias na primeira semana, podendo o número eventualmente ascender aos 2,5 milhões.

Se os dados se confirmarem, a cantora está prestes bater o maior recorde de vendas de primeira semana, detido até agora pela boysband norte-americana Nsync há mais de uma década. No entanto, a estatística representa apenas o grosso das cópias físicas do disco. As previsões online davam conta, a 18 de Novembro, de um total de 450 mil pré-reservas via iTunes e de 100 mil via Amazon.

O combinado total de downloads deve chegar a um milhão nos próximos dias.

Antecipando desde já as consequências da restrição ao streaming, uma fonte da Billboard garante que a Columbia Records está a preparar um total de 3,6 milhões de cópias físicas, de forma a dar resposta à procura dos fãs, que se prevê, seja bastante intensa.

Apesar de 25 não integrar o catálogo dos serviços de streaming, não há ainda resposta quanto ao carácter definitivo da medida. Espera-se por isso que o novo disco de Adele venha, eventualmente, a fazer parte destas plataformas, como faz o anterior 21.

Para já, percorrendo Spotify, Apple Music ou Google Play Music não é possível encontrar o disco. Contudo, este pode ser adquirido através das lojas digitais do costume: iTunes, Google Play e Amazon.