A influência de Terrence Malick no cinema recente


Terrence Malick

“Bons artistas copiam, grandes artistas roubam.” Apesar de ser Pablo Picasso o defensor desta tese, a interpretação do vídeo “Not Directed by Terrence Malick” fica ao critério de cada um. O autor do vídeo é o já nosso conhecido Jacob T. Swinney e, desta vez, decidiu realizar um ensaio com várias cenas de diversos filmes que foram claramente influenciados pelo trabalho de Terrence Malick.

Ao longo de mais de 40 anos Malick fez apenas 7 longas-metragens e conseguiu criar um estilo visual exuberante, poético e uma identidade própria. Filmes como The Thin Red Line (1998), The New World (2005) e The Tree of Life (2011) focaram-se essencialmente na natureza, nos objectos mundanos e nas suas personagens. Essa mesma realidade cinematográfica está presente em vários filmes lançados recentemente por outros realizadores. De uma forma muito idêntica, chegam mesmo a confundir-se com a estética visual dos filmes de Malick.

Para sermos justos, devemos lembrar que para falarmos dos filmes recentes do realizador Terrence Malick e da sua estética é obrigatório falarmos de Emmanuel Lubezki. O já consagrado director de fotografia começou a trabalhar com Malick no filme The New World, em 2005, e desde então nunca mais se largaram. Todos os filmes do mítico realizador norte-americano têm, por isso, a direcção fotográfica de Lubezki.

Em nota final, Knight of Cups, a última longa-metragem de Terrence Malick, vai fazer a sua antestreia em Portugal no último dia do Lisbon & Estoril Film Festival, a 15 de Novembro. Depois estreia comercialmente nos Cinemas NOS a 21 de Janeiro de 2016.

O Shifter é gratuito e sempre será. Mas, se gostas do que fazemos, podes dar aqui o teu contributo.