A super câmara do MIT que capta o movimento da luz


movimento da luz
Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Nascido das mãos de Gardner Fox e Harry Lampert, o super-herói The Flash fez a sua primeira aparição em 1940. Alguns anos mais tarde, em 1953, Robert McKimson e Friz Freleng decidiram dar vida a outro personagem incrivelmente veloz: Speedy Gonzales. Um rato rapidíssimo. Melhor, um rato supersónico. Agora, o MIT desenvolveu não um super-herói, não um super-rato, mas sim uma super-câmara.

A nova “brincadeira” criada pela universidade americana consegue capturar um trilião de frames por segundo. O número é ainda mais impressionante se pensarmos que uma câmara dita tradicional consegue, apenas, capturar 24 frames, no mesmo espaço de tempo.

A “magia” tecnológica desta nova máquina permite aos cientistas fotografar o movimento daquilo que de mais rápido existe no Universo, a luz.

A recente tecnologia é explicada e demonstrada num vídeo onde podemos ver a viagem de fotões que atravessam uma garrafa com água. Embora demoremos cerca de 20 segundos para ver o processo, este demorou apenas um nano-segundo, em tempo real, a realizar-se.

mitsupercamaraluz_02

Para que consigas conceber melhor a assombrosa velocidade desta câmara, damos-te outra perspectiva: “se uma bala atravessar uma maça, através do mesmo fluido, o filme que daí resultaria teria uma duração de 3 anos”. Quem o diz é John Markoff, jornalista no The New York Times.

Como é impossível captar directamente o movimento da luz, a câmara capta triliões de imagens para recriar cada reprodução. A este processo chama-se femto-photography. Segundo Andrea Velten, investigadora no MIT, “não há nada do universo que olhe mais rápido”.

mitsupercamaraluz_03

Com certeza, que esta super-câmara não irá ser personagem principal em qualquer filme, animação, ou banda-desenhada, mas pode sim, vir a ser “estrela” em muitos desenvolvimentos científicos.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.