Engenheiro da Google vive em carrinha junto ao escritório e poupa 90% do ordenado


Engenheiro da Google

Tem 23 anos e um emprego invejado por milhares de jovens. Brandon, natural de Massachusetts, nos Estados Unidos, mudou-se para São Francisco no último Verão para frequentar um estágio na Google. Durante esse tempo, viveu no alojamento mais barato que encontrou, com apenas dois quartos para quatro pessoas. Feitas as contas, a despesa ao final do mês rondava os 2 mil dólares, “uma quantia exorbitante”, afirma o jovem engenheiro, tendo em conta que só estava em casa para dormir.

Depois de saber que ficaria a trabalhar a tempo inteiro, decidiu arriscar e comprar uma carrinha, por 10 mil dólares, que estacionou no parque da empresa. Apesar do investimento inicial, não há que negar que se trata de uma alternativa bastante económica pois tem um custo fixo de apenas 121 dólares por mês, correspondentes ao valor do seguro.

enggooglecamiao_02

O espaço é pequeno e minimalista mas contém o essencial: uma cama, uma cómoda e cabides para que possa pendurar algumas peças de roupa. Água e eletricidade também não fazem falta. Brandon explica que tem umas lâmpadas de bateria que utiliza à noite e traz o telemóvel e o computador carregados do escritório. Quanto à alimentação e higiene, a Google tem a solução. O engenheiro faz as principais refeições na empresa e toma banho depois do treino no ginásio do campus.

A ideia é reduzir o tempo de chegada ao trabalho e poupar cerca de 90% do salário para pagar os empréstimos que contraiu enquanto estudante e para fazer alguns investimentos no futuro. Brandon criou, inclusive, um blogue, “From Inside the Box”, onde descreve algumas das peripécias que ocorrem na sua casa bastante peculiar.

Porque ao contrário do que se diz, a casa não é onde está o coração, mas sim onde está estacionada.

Texto: Filipa Barbosa
Editado por: Mário Rui André

O Shifter é gratuito e sempre será. Mas, se gostas do que fazemos, podes dar aqui o teu contributo.