O Firefox chegou ao iOS (e tu deves experimentar)


Firefox iOS
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Se tens um iPhone ou iPad, tens a partir de hoje uma alternativa aos browsers Safari e Chrome. O Firefox chegou ao iOS com propostas diferentes de pesquisa e navegação.

O Firefox para iOS sincroniza com a versão do browser para Android, OS X, Windows ou Linux através do Firefox Sync, o sistema de cloud desenvolvido pela Mozilla. Significa isto que tens o teus bookmarks, histórico e separadores sempre à mão.

firefoxios_02

No ecossistema da Apple, a Mozilla encontra uma concorrente forte. O Safari vem pré-instalado no iOS e é o browser pré-definido para muitas apps. O Google Chrome é, olhando para as várias plataformas, o browser mais popular e, no caso do iOS, uma escolha de eleição. Existem outras soluções como o Opera, conhecido pela sua tecnologia de compressão, e o Adblock Plus, onde não há espaço para anúncios.

Com este primeiro lançamento no iOS, a Mozilla ataca com meia dúzia de trunfos. Um deles é a pesquisa, que se mostra mais versátil e visual. Ao escrever “firefox”, por exemplo, automaticamente são-te sugeridos termos de busca como “firefox update” ou “firefox fee download”, além de ligações directas para o Facebook. As pesquisas são feitas por defeito no Yahoo, mas podes usar os botões por cima do teclado para pesquisar directamente no Google, no Twitter ou na Wikipedia.

firefoxios_03

Outro chamativo do Firefox para iOS são os separadores, que se organizam numa espécie de mosaico, que nos deixa ver rapidamente o que está em cada um deles. A navegação privada também não ficou de fora deste Firefox, que, de resto, é um browser igual aos outros e que tem tudo o que esperas que um browser tenha.

firefoxios_04

Se usas o Safari, o Chrome ou outro browser, dá uma oportunidade ao Firefox. Podes descarregá-lo no App Store, se tiveres pelo menos a versão 8.2 do iOS instalada.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!