Terá sido descoberta a identidade do criador da Bitcoin?


criador da Bitcoin
 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Duas investigações independentes levadas a cabo pela Gizmodo e pela Wired chegaram a uma conclusão comum: Craig Steven Wright, um australiano até à data desconhecido, é o criador da Bitcoin. A publicação destas investigações no passado dia 8 de Dezembro despoletou uma revista à casa do australiano por parte das autoridades de administração fiscal australianas que não confirmaram a acusação.

A busca pela identidade de Satoshi Nakamoto, o pseudónimo utilizado pelo criador da bitcoin, é um dos mistérios mais apetecíveis de desvendar no mundo da Internet. A moeda virtual é responsável por uma revolução digital que levou o mundo das transacções para um anonimato inalcançável através dos métodos convencionais no mundo real. Desviou o controlo do dinheiro dos bancos para as mãos dos seus intervenientes e tudo isto de forma abrupta sem que a responsabilidade pudesse ser atribuída a alguém para além de um nome que, até agora, parec(ia?)e não pertencer a ninguém.

As alegações da Wired e da Gizmodo sustentam-se, no entanto, num cruzamento de informação proveniente de documentos não verificados e supostos e-mails leakados, cuja veracidade tem sido questionada por vários repórteres e meios de comunicação.

Apesar do assunto ter sido dado como aparentemente resolvido por vários dias, as pontas soltas das investigações que apontam Wright enquanto o criador da bitcoin têm sido exploradas pelo Motherboard e pelo The Next Web.

“Muitas destas provas não estão autenticadas […] Mas há um grande problema com o caso de Craig Steven Wright ser Satoshi: pelo menos uma das peças chave das provas aparenta ser falsa. As chaves PGP de Satoshi associadas às histórias da Wired e da Gizmodo foram provavelmente geradas depois de 2009 e o seu upload foi feito depois de 2011”, pode ler-se no Motherboard.

O problema aqui evidenciado é que a chave PGP de Satoshi foi supostamente criada em Outubro de 2008 e está hospedada desde 2009 em bitcoin.org, contrastando com aquela que alegadamente é a data de criação das chaves utilizadas como provas nas investigações das publicações americanas. Entre outras questões levantadas, o Motherboard realça também algumas provas que indicam a utilização de tecnologias de segurança em datas em que elas não tinham sequer sido disponibilizadas. O The Next Web questiona a estratégia por trás da revelação do suposto criador da bitcoin com a transcrição de um comentário no Reddit feito por Gregory Maxwell, um especialista em bitcoin:

“Eu vi pessoas soltarem pistas acerca deles serem os criadores da bitcoin de forma a atrair investimento e outras coisas que vêm com a fama e a mística. Ter pessoas que queres influenciar a pensar silenciosamente que, talvez, tu sejas o misterioso criador da bitcoin pode conferir-te poder social e nos negócios.” 

O The Next Week continua, dizendo que tanto Satoshi como a própria moeda, podem ganhar muito mais se o anonimato for mantido:

“O anonimato de Nakamoto foi um dos factores que tornou a bitcoin tão atraente para os investidores. Sem um líder tangível ou um grupo que lidere, a natureza descentralizadora da criptomoeda foi deixada sem uma unidade regulamentar de controlo. Como resultado, as decisões eram tomadas por consenso, o estatuto mítico de Nakamoto cresceu e a Bitcoin foi deixada sem um líder que o governo pudesse pressionar para fazer mudanças ao sistema.”

As perguntas persistem e as respostas continuam a ser dúbias e desprovidas de confirmações. Mas, ao que aparenta, Satoshi Nakamoto é um nome que continua por atribuir e Craig Steven Wright é mais um que alegou chamar-se assim. Um artigo mais recente da Wired refere que Craig Wright não criou o Bitcoin, mas é um hoaxer brilhante que quer que acreditemos que sim. “Novas pistas apontam para este estranho cenário”, escreve a publicação.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!