Mozilla coloca um ponto final nos telemóveis com Firefox OS


Quando em 2013 o Firefox OS foi apresentado, a ideia da Mozilla era clara: um sistema operativo baseado numa linguagem básica – o HTML – para equipar dispositivos móveis de baixo preço. Duas versões e vários telemóveis depois, o Firefox OS para smartphones foi descontinuado.

Num comunicado enviado ao site TechCrunch, a Mozilla diz que o Firefox OS provou a flexibilidade da web ao dar vida não só a telemóveis de baixo custo, como também à televisão. “Contudo, não fomos capazes de oferecer a melhor experiência de utilizador, pelo que vamos deixar de oferecer smartphones com Firefox OS”, explica a empresa criadora do browser Firefox.

A Mozilla explica que este não é o fim do Firefox OS e que vai continuar a trabalhar no sistema operativo para dispositivos conectados – pressupomos que o futuro do Firefox OS não passa por telemóveis, mas sim por televisões e outro tipo de equipamentos (Internet of Things).

Os smartphones com Firefox OS corriam apenas web apps; tratava-se de um sistema operativo funcionalmente muito limitado, comparativamente a um Android ou iOS. A Mozilla focou o desenvolvimento do Firefox OS em telemóveis baratos para regiões em desenvolvimento, mas a plataforma nunca viu a adopção que a empresa esperava.

Foto: Flickr