O Google Photos é cada vez mais o melhor amigo da memória do teu telemóvel


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Um dos calcanhares de aquiles dos dispositivos móveis hoje em dia, para além das baterias com duração limitada, é a sua capacidade de armazenamento interno. Especialmente em equipamentos low budget, é normal ver-se ainda smartphones com 8, 6 ou até 4 gigas disponíveis (sem excluir o tamanho do sistema operativo) – o que limita o espaço para as tuas fotos e vídeos. Contudo, a Google volta a dar-te uma mãozinha e não se importa até se estiveres com um iPhone na mão.

O Google Photos surgiu inicialmente com um serviço conjunto com Google+ mas as suas potencialidades e avanços depressa levaram a que a gigante das buscas o apresentasse como um serviço completamente autónomo e com armazenamento ilimitado, tudo boas razões para atrair novos utilizadores. Na sua mais recente atualização, o serviço de fotos oferece agora a possibilidade de partilhares os teus álbuns com amigos e família através do envio de um simples link.

Não é necessário enviar convites nem pedir os emails a ninguém. Para criar a paste partilhada, basta seleccionares as fotos que queres partilhar e escolher essa opção, o que cria automaticamente o link para enviares a quem quiseres. Quem tiver acesso a essa pasta não só poderá ver e guardar os ficheiros como também adicionar novos conteúdos. As atualizações na pasta criam notificações automáticas para todos os membros.

A vantagem deste tipo de serviço em relação, por exemplo, a uma Dropbox ou a um Copy, é precisamente o armazenamento ilimitado e a facilidade com quem tudo é partilhado. Claro, toda esta facilidade leva a que qualquer amigo teu possa partilhar o link com outras pessoas que, a partir daí, ficam também com acesso aos conteúdos, por isso é recomendável que acedas às definições de partilha antes de enviares as tuas nudes. Ou fotos do bolo rei.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!