O Spotify está a perder novidades e a culpa é provavelmente tua


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Por uns, pagam todos. A expressão certamente que não te é desconhecida e está a ser cada vez mais aplicada no Spotify. O The Wall Street Journal avançou que A Head Full of Dreams não iria parar ao serviço número um de música por streaming pela razão por que tantos artistas fazem o mesmo: a existência de um sistema gratuito para os utilizadores, o que prejudica os artistas. De facto, o álbum não chegou de imediato ao Spotify, mas foi disponibilizado há pouco na plataforma.

Esta já não é a primeira vez que os Coldplay se viram contra o Spotify por uma reivindicação de direitos, se assim lhe podemos chamar. A banda junta-se a um grupo onde estão também Adele, The Black Keys e, claro a, principal voz de todos os artistas, Taylor Swift, que também manifestou desagrado com o período gratuito do Apple Music.

O novo disco dos Coldplay pode ser comprado e descarregado através da Amazon, do iTunes ou do Google Play. No Spotify, só o single “Adventure Of A Lifetime” foi imediatamente disponibilizado; as restantes músicas do disco chegaram há poucas horas ao serviço. Adele também não lançou o seu novo disco, 25, nesta plataforma de streaming; o mesmo fizeram os The Black Keys com o seu último álbum, El Camino, editado em 2011.

O Spotify não divulga a percentagem que dá aos artistas nem a forma de distribuição do dinheiro, mas cálculos do The Wall Street Journal estimam que é preciso sete utilizadores do serviço gratuito para equivaler aos lucros de apenas um utilizador do serviço premium ouvindo a mesma música.

Ou seja: os artistas sabem que poderiam lucrar muito, muito mais com o Spotify, e optam por cortar relações de forma a alertar a empresa de streaming. E como ficam as pessoas que aderiram ao serviço pago? Por uns, pagam todos.

Foto: Flickr

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!