Odeith desenhou Fernando Pessoa numa parede com a ajuda de um Surface Pro 4


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Sérgio Odeith foi o artista português escolhido pela Microsoft Portugal para integrar a campanha de comunicação digital em que participam outros 12 países. Numa parceria que se enquadra no lançamento do novo Surface Pro 4, a Microsoft desafiou Odeith a construir, de raiz, uma peça de street art através do novo tablet da marca.

Como figura principal, Odeith escolheu Fernando Pessoa na pose imortalizada na esplanada da Brasileira. O artista utilizou o Surface para fotografar a estátua do escritor no Chiado e a partir daí criou um mural que já pode ser visto nas paredes do Jardim do Torel em Lisboa.

Relativamente ao processo de construção, Odeith revela que não sentiu qualquer dificuldade acrescida. Aliás, diz o artista que a fluidez do software e a versatilidade da caneta, que desta vez conta com 1024 níveis de pressão, substituíram perfeitamente o material convencional ao ponto de o convencer a comprar um Surface.

A campanha levada a cabo pela Microsoft para promover o lançamento do Surface Pro 4 segue a linha que tem acompanhado a apresentação do produto: “Do great things”. A empresa tecnológica levou a ideia à Alemanha, Austrália, Bélgica, China, Espanha, Estados Unidos, França, Japão, Malásia, Reino Unido, Singapura, Taiwan e Portugal com o Windows enquanto denominador comum. Em cada um destes países pode agora ser visto um mural, criado com o Surface Pro 4, “a ferramenta para fazer coisas extraordinárias” como lhe chamou Miguel Vicente, director de marketing da Microsoft Portugal, durante a apresentação do tablet.

Todas as peças criadas no âmbito desta campanha tiveram a orientação artística do graffitter norte-americano Jasper Wong.

odeithsurface4pro_02

odeithsurface4pro_03

Texto por: André Almeida Cabral
Editado por: Rita Pinto
Fotos de: Diogo Oliveira/Shifter

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!