Plataformas de streaming dominam nomeações dos 73º Globos de Ouro


As produções originais de plataformas streaming como o Netflix, Hulu, ou Amazon Prime são uma das partes mais visíveis das mudanças que têm ocorrido nos últimos anos no setor do entretenimento. A 73ª edição dos Globos de Ouro dá visibilidade à inversão do balanço do tabuleiro.Há mais nomeações de plataformas streaming do que dos canais tradicionais.

Esta tendência parece fazer parte da mudança de hábitos de consumo de vídeo, impulsionada por canais como o HBO ou o Showtime – produtores de algumas das séries mais icónicas dos últimos tempos (Sopranos, Game of Thrones ou Mad Men, entre tantos exemplos) –, e que contribuíram para o afastamento progressivo de espectadores de canais como a CBS ou NBC. Hoje, os espetadores estão online e é natural que haja aí que maior inovação e concorrência.

Com 8 nomeações, o Netflix lidera a corrida nas categorias de televisão. A HBO, um dos históricos dos Globos de Ouro, conta com 7 nomeações – apenas mais duas que o relativamente recente Amazon Prime. É uma mudança significativa: há 3 anos a HBO teve 17 nomeações.

Como é natural, estas tendências implicam também uma alteração dos regimes de produção: “canais por cabo e plataformas streaming têm uma vantagem em termos de maior liberdade em fazer produções mais arriscadas. Aquilo que podemos constatar no Netflix, é semelhante àquilo que se passou na HBO há 10 ou 15 anos, quando começaram realmente a investir em programação original para aumentar o número de subscritores”, comenta Paul T. Sweeney, especialista em media na Bloomberg Intelligence.

Face ao reconhecimento que tem sido prestado ao seu conteúdo, não é portanto de admirar: ao longo de 2016, o Netflix conta (praticamente) duplicar o número de produções originais: de 16 para 31.

Texto de: José Raposo/Hoje

Aprofundar

Golden Globes: Netflix leads the TV pack (Meredith Blake/LA Times): The nominations for the 73rd Golden Globe Awards, announced Thursday, showed a growing preference for programming from streaming networks, a trend that has pushed traditional broadcast networks out into the cold.

Golden Globes Offer More Proof Internet Shows Are Overtaking TV (Solvej Schou/The Street): Nielsen’s Total Audience Report estimated that in the third quarter of 2015, 46% of homes in the U.S. had access to a service such as Netflix, Hulu and Amazon. A year earlier, Nielsen estimated that 40% of homes in the U.S. had access to an SVOD service.

Netflix is doubling its number of original scripted shows next year (Jamieson Cox/The Verge): Netflix will reach a total of 31 scripted shows over the course of 2016. That’s almost double the 16 such shows the service aired in 2015. Sarandos also shared that Netflix is working on 10 new feature films, 30 kids’ shows, 12 documentaries, and 10 stand-up specials. “It’s not just a lot of volume,” said Sarandos. “This is quality stuff.”