Projecto de realidade virtual permite o regresso a casa de um norte-coreano


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Em 2020, a realidade virtual poderá valer 70 mil milhões de dólares. É a próxima grande etapa do entretenimento. Com uma aplicação óbvia no universo dos jogos de computador, o objetivo é que ela vá para além disso e se torne numa contadora de histórias como o cinema ou a televisão.

Claro que ainda falta descobrir a forma de contar histórias usando este meio que regressou em força, anos após as primeiras experiências nos anos 90. E há muita gente a trabalhar para que o VR não desapareça novamente de cena. Para isso acontecer é preciso ir para além dos efeitos engraçados e começar a contar histórias que saibam aproveitar o universo imersivo em que o VR nos coloca. As aplicações podem ser inúmeras, desde o jornalismo à ficção, até ao documentário e aos jogos, como já foi dito.

Na Coreia do Sul, foi feita uma experiência que demonstra o poder da realidade virtual. Kim Gu-Hyeon viu a sua aldeia natal pela última vez em 1947. Quando a Guerra da Coreia terminou, Kim ficou do lado sul do Paralelo 38 e nunca mais pode voltar ao Norte. Este ano ele conseguiu regressar virtualmente à sua aldeia. O resultado foi uma volta de carro pela sua antiga aldeia que lhe fez reavivar as memórias.

A realidade virtual tem o potencial de se tornar num mercado com o valor de 70 mil milhões de dólares, sendo essa a razão pela qual que empresas como o Facebook, Google e Microsoft, estão a desenvolver projectos de VR e a adquirir empresas com tecnologias e conteúdos que pareçam prometedores.

A tecnologia é importante, mas convém não esquecer queo que vai decidir o sucesso, ou não, da realidade virtual são os conteúdos.

Texto: Vasco Napoleão/Hoje

Aprofundar

A powerful virtual reality project lets a displaced North Korean man go “home” again (Amy X. Wang/Quartz): It was a “cozy little village surrounded by mountains,” he recalls fondly. He hasn’t been back since he was a much younger man. Kim is one of 66,000 North Koreans currently living in South Korea—displaced, to this day, by the tumultuous Korean War that cut millions of people off from their families and communities. This year, he was finally able to journey “home”.

Virtual Reality Could Generate $70 Billion in Real Money by 2020 (Ina Fried/Recode): Suddenly, Facebook’s $2 billion purchase of virtual reality hardware maker Oculus doesn’t sound quite so crazy. Market researcher TrendForce said that the total value of the virtual reality market, including both hardware and software, will reach $70 billion by 2020.

When it comes to VR, content is king (Alex Wood/The Memo): The way things are going, strapping on a virtual reality headset could become as natural as turning on the TV. Newsmakers like the BBC are throwing their weight behind the new technology, creating immersive experiences that bring the true horrors of the crisis in Syria to life. Even Bjork has joined in the excitement. When Bjork gets involved, you know you’re onto a winner.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.