A Apple lançou uma nova app: Music Memos


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Se és músico ou fazes música, este artigo é para ti. A Apple acabou de lançar o Music Memos, uma nova app para captares sons e ideias para músicas futuras onde quer que a inspiração surja. Este novo produto chega ao mesmo tempo de uma actualização para a versão iOS da app Garageband.

O Music Memos é aquela app que vais querer abrir quando estás, imaginemos, na faculdade com os amigos e sacas aquele som que ninguém esperava com a guitarra… Ou quando, de repente, em casa, fazes aquela melodia no piano que te parece perfeita para encaixar naquela faixa em que estás a trabalhar com a banda. Esta app é como que um “Evernote” para músicos.

Porque às vezes as melhores ideias chegam quando menos esperas, o Music Memos permite-te gravar audio de alta qualidade, sem compressão, através do microfone incorporado do iPhone – também podes usar um microsoft externo. Segundo a Apple, o Music Memos está optimizado para guitarra acústica e piano, mas funciona com outro tipo de instrumentos.

applemusicmemos_02

Não é só na optimização para música que o Music Memos se distingue do Voice Memos, app que vem pré-instalada em todos os iPhones com o propósito de gravar voz. A nova aplicação automaticamente analisa o arranjo básico do que gravaste com a tua guitarra e procura identificar as cordas que tocaste em cada momento. Depois podes ouvir como soa o produto gravado com uma banda virtual, composta por um baterista e por um baixista. Estes novos instrumentos ajustam-se de forma inteligente aos acordes que produziste. “Se a tua performance aumenta ou baixa, também a da banda”, explica a Apple.

Consegues organizar as várias ideias no Music Memos com nomes, classificações de 1 a 5 e tags. Podes depois exportar os sons para o Garageband (via iCloud) ou, através do Music Memos, publicá-los no Apple Music Connect, no SoundCloud ou no YouTube.

O Music Memos está disponível gratuitamente na App Store, e é compatível com iPhone 4S ou mais recente e com iPad 2 ou mais recente.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!