Kendrick Lamar lança videoclipe duplo: “God is a Gangsta”


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Kendrick Lamar fechou o ano de 2015 com o lançamento de um duplo videoclipe intitulado “God is a Gangsta”Através da junção das faixas “U” e “For Sale?”, do aclamado álbum To Pimp A Butterfly, o vídeo conta com a direcção de Jack Begert na “U” e de PANAMÆRA em “For Sale”, para além dos the little homies, que participaram em ambas as partes.

O resultado? Bem, como não podia deixar de ser melhor, eis mais uma masterpiece de K-Dot. Num 2015 onde tudo o que tocou pareceu virar ouro, apresenta-nos esta surpresa de final de ano, fazendo crer que durante 2016 o toque de midas continuará a ser uma constante, e que, no caso de Portugal, teremos oportunidade de o ver ao vivo em Julho, no Super Bock Super Rock.

O vídeo inicia com a faixa  “U”, onde assistimos a Kendrick, em tom de desabafo, a gritar sentado no canto da sala num dilúvio de embriaguez, acompanhado pelo que parece ser whiskey. Assim, alguns dilemas mais obscuros vêm à tona, numa das malhas mais introspectivas e brutais do seu último álbum. Aqui aborda a recém e meteórica fama e as suas consequências, para além dos problemas e dramas vividos em Compton, numa performance melancólica, frenética e depressiva.

kendrickgodisagangsta_02

A 2ª parte, referente à música “For Sale?” apresenta uma concepção mais experimental. As mulheres e os tons vermelho procuram trazer a tão referenciada Lucy ao longo desta faixa – representativa de Lucifer e também da tentação – relacionando com a temática dos contratos, falsos valores, e promessas materialistas.

kendrickgodisagangsta_03

Ao longo desta parte do vídeo é recorrente aparecerem mensagens subliminares em alguns frames, tais como: “If i blame you for a loss, ill be giving you all the credit“, “I followed your rules for way too long” ou “You played the game. I pimped it”. Entre muitas outras, enriquecendo assim a narrativa.

Nos instantes finais do video aparece a imagem de Kendrick submerso, fazendo lembrar um baptismo, transportando-nos para um cenário de redenção e absolvição dos pecados, finalizando com a expressão que dá nome ao vídeo: “God is a Gangsta”.

kendrickgodisagangsta_04

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!