O novo design das embalagens do McDonald’s


As caixas dos hambúrgueres e os copos das bebidas do McDonald’s vão mudar este ano. Até ao final de 2016, os mais de 36 mil restaurantes da marca em todo o mundo vão acolher o novo design que começou a chegar aos Estados Unidos. Mais letras, mais cor, zero de imagens – é assim o novo packaging.

A nova linguagem visual do McDonald’s está em linha com a visão da empresa em ser uma cadeira de hambúrgueres moderna e evolutiva. Esta não é, de todo, a primeira vez em que o McDonald’s altera as embalagens dos seus produtos; é apenas a primeira em 3 anos. Mas, para a geração dos 20/30, que se habituou ao vermelho e às fotos dos produtos nas caixas, esta é uma grande mudança.

embalagensmcdonalds_02

Como conta o site AdAge, as novas caixas e copos foram concebidos por designers de 7 agências criativas diferentes: a Leo Burnett Germany, a TBWA US, a DDB Hong Kong, a Creata Australia, a Boxer UK, a Landini Australia e a Forpeople UK. Os 7 criativos reuniram-se durante uma semana em Londres para um brainstorming; a marca procurava ideias para packaging que fossem verdadeiras, arrojadas e simples, e que seguissem o novo design dos restaurantes.

O McDonald’s começou a trabalhar na nova imagem do packaging em 2014, numa altura em que a empresa estava a sentir vários declínios de vendas.

embalagensmcdonalds_03
embalagensmcdonalds_04

Nas novas caixas e copos, aparece o icónico M amarelo do McDonald’s e várias letras grandes e coloridas, em Helvetica, que ou indicam o nome da marca ou o nome do produto. As cores utilizadas mais parecem novos smoothies ou hambúrgueres do McDonald’s: Passionate Purple, Optimistic Orange, Ocean Fresh Blue, Zesty Lime e Magical Magenta.

O conceituado Under Consideration já publicou a sua opinião relativamente à nova imagem da maior cadeia de fast-food do mundo: “Digam-me uma única agência que não ache que um design arrojado signifique 500% Helvetica e eu ficarei feliz, obrigado. O design destaca-se, obviamente, porque é muito diferente daquilo que os concorrentes do McDonald’s alguma vez fizeram. Ao mesmo tempo, segue uma onda de simplicidade que reduz grandes marcas ao seu esqueleto. Mas isto é design rudimentar na melhor das hipóteses tentando passar como icónico.”

Armin, o responsável pela crítica do Under Consideration, não se fica por aqui: “Eu raramente uso a descrição ‘isto parece um trabalho de escola’ nas minhas reviews porque não é a mais útil das críticas, mas este caso parece mesmo um exercício de um estudante de algo a tentar fazer o McDonald’s parecer actual mas a não consegui-lo dada a falta de conhecimento e experiência em tipografia, layout e acabamento. Acredito que muitas pessoas vão gostar deste novo look e eu vou estar na minha a não gostar, mas eu também aceito que cerca de 69 milhões de pessoas gostam diariamente do McDonald’s e eu não.”