O que pensa o CEO do Twitter sobre os 140 caracteres?


O Twitter ficou agitado, esta terça à tarde, com a notícia do Recode dando conta de que a empresa estaria a ponderar aumentar o limite de caracteres dos tweets de 140 para 10 mil. Apesar de a intenção não ser nova, ganhou agora outro mediatismo graças ao CEO Jack Dorsey.

Diz o Recode, citando fontes próximas, que o Twitter está a testar uma nova funcionalidade chamada “Beyond 140” que basicamente permite extender os 140 caracteres de um tweet até um máximo de 10 mil. Na prática, na Timeline deveremos continuar a ver apenas 140 caracteres mas existirá uma espécie de botão para expandir o tweet e ler o resto.

Jack Dorsey, que é CEO do Twitter desde Outubro, não confirmou a informação, mas partilhou uma extensa nota na forma de screenshot. “Na sua essência, o Twitter são mensagens púlicas”, começa por dizer. “Não começámos o Twitter com uma restrição de 140 caracteres. Colocámo-la para que os tweets coubessem num simples SMS (160 caracteres).”

“Passamos algum tempo a observar o que as pessoas estão a fazer no Twitter”, escreveu. “Vemos que elas tiram screenshots de texto e partilham-nos. Em vez disso, e se esse texto… fosse mesmo texto? Esse texto podia ser pesquisado. Esse texto podia ser sublinhado.” No fundo, Jack Dorsey praticamente confirma que o limite de 140 caracteres tem os dias contados, mas certezas só vamos ter quando o Twitter eventualmente anunciar o novo produto.

O Twitter está com problemas de crescimento. Enquanto que o Facebook tem uma base de utilizadores de 1,5 mil milhões, o Twitter estagnou nos 300 milhões de utilizadores activos mensalmente. Um número que não só preocupa investidores, como tem repercussões (obrigado Doutor Bayard pela correcção) não tão boas nas receitas.

 

Milhares de pessoas seguem o Shifter diariamente, apenas 50 apoiam o projecto directamente. Ajuda-nos a mudar esta estatística.