O Snapchat pode estar prestes a ficar mais parecido com o Facebook Messenger


O que começou por ser inicialmente uma app de partilha de fotografias por poucos segundos – e ridicularizada por muita gente – está agora a tornar-se numa verdadeira rede social. Um leak de imagens dos programadores do Snapprefs mostrou que o Snapchat poderá estar prestes a incluir a possibilidade de videochamadas e chamadas de voz no seu leque de funcionalidades, bem como stickers, o que pode resultar numa nova fonte de rendimento.

O Snapchat negou qualquer comentário a esta notícia e muito menos estas funcionalidades estão já disponíveis para alguns países. A fuga de informações partiu dos programadores do Snappfers (um software disponível para equipamentos Android com root para acrescentar mas funcionalidades ao Snapchat), que encontraram o código no APK do Snapchat e decidiram explorá-lo.

O novo código mostrava então a introdução de chamadas de voz e de vídeo (estas últimas já existem, mas são extremamente inconvenientes de realizar) ao seu já existente serviço de troca de mensagens de texto. A interface, como se pode ver nas imagens, é semelhante à app Messenger, do Facebook, com uma barra onde é possível alternar entre as opções existentes.

Uma dessas opções é o envio de stickers – algo que também existe no Messenger –, o que pode constituir uma nova fonte de receita para o Snapchat depois do fim dos filtros pagos. Junto à caixa de texto aparece também se a pessoa com quem estás a falar está naquele momento a ver, a ouvir ou a escrever na vossa janela.

A acontecer, esta será uma mudança radical no Snapchat e coloca a app em luta direta com outros serviços, como o Hangouts, o WhatsApp ou, claro está, o Messenger. Há já várias marcas e até órgãos de comunicação, nacionais e internacionais, a fazerem uso desta rede social no contacto com os seus seguidores.