A Uber mudou de logo


Foi há quatro anos que a Uber alterou a sua imagem e, desde então, o crescimento do serviço tem sido tão exponencial que praticamente todas as semanas há manifestações nos quatro cantos do mundo por parte de serviços concorrentes. Em pleno 2016, Travis Kalanick, CEO da Uber, sentiu a necessidade de fazer a empresa crescer em não apenas através de novas opções para os consumidores, mas sim através do design. E tudo começa no bit.

“Já olhaste para o penteado de alguém e pensaste “ui, tu eras o máximo nos anos 90!”? Bem, é assim que eu me sinto em relação à aparência da Uber hoje em dia”. Foi assim que o líder máximo do serviço de “boleias” (e não só) deu início a um dos comunicados mais relevantes da Uber dos últimos tempos, passando de seguida a explicar aquilo que vai ser a nova imagem da empresa.

Primeiro que tudo, o logo:

novologouber_02

Diz Travis que esta alteração serve para dar a entender que a Uber cresceu, está mais madura e já não é aquele serviço disponível para 100 amigos em São Francisco, mas que está presente atualmente em 400 cidades distribuídas por 68 países, passando de boleia atá entregas de encomendas e de comida.

No que toca ao logótipo, a equipa de comunicação passou meses a estudar arquitetura, texturas, cenários, arte, moda e as pessoas dos países em que está inserido com vista a criar um design único para cada local e que fosse ao encontro de cada sociedade

Este é o vídeo explicativo:

O “bit” é então o início de tudo e foi o ponto de partida para esta alteração radical da Uber. Desde o logo até ao site, passando pela aplicação para sistemas operativos móveis, tudo ficou mais intuitivo e fácil de utilizar – um conceito que faz lembrar as “tiles” do antigo Windows Phone, e que eram consideradas um excelente recurso para ecrãs mais pequenos. Se antes tudo primava pelo preto e branco, a “nova” Uber vai agora ter cores representativas de cada país, como podes ver no comunicado da empresa.

novologouber_04

É natural que não tenhas a atualização no teu smartphone pronta para hoje, pois esta mudança foi anunciada há momentos e ainda poderá demorar algum tempo até que chegue aos quase 70 países (e aos dois sistemas operaticos) em que o serviço se encontra disponível. Quem não terá achado nem “one bit” de piada são os taxistas. A modernização nunca agrada a toda a gente.

novologouber_03

novologouber_05