Novo disco de Filho da Mãe disponível para escuta dias antes de chegar às lojas


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

É com “Mergulho” que Filho da Mãe, esse nome que já dispensa apresentações, volta aos nossos ouvidos depois de Cabeça (2013), onde se consagrou como um dos guitarristas mais exímios que já escutámos. À primeira audição, Mergulho é “um autêntico campo de batalha entre várias forças igualmente possantes que colidem e dão corpo a uma tempestade algo bucólica e imprevisível”, lê-se numa nota de imprensa.

Tudo isto deve-se não só ao homem por detrás da guitarra, mas também ao sítio onde o disco se alinhou: no Mosteiro de Rendufe, em Amares.

O terceiro longa-duração de Filho da Mãe (conhecido também por Rui Carvalho) vai chegar dia 7 de Março às plataformas de streaming como o Spotify e uma semana depois às lojas físicas, numa edição conjunta da Lovers & Lollypops e da FNAC. Até lá, pode ser ouvido no site da Antena 3.

filhodamaemergulhoescuta_02

Depois, Mergulho vai invadir os palcos do Porto e de Lisboa, apropriando-se de outros não tão naturais como o Mosteiro de Rendufe, para um autêntico regresso às origens. As actuações contam com a presença de convidados especiais como Cláudia Guerreiro (Linda Martini, Asneira), João Nogueira (Cruzes Credo, Riding Pânico) e João Brandão (produtor do disco).

  • 11 de Março: Claustros da Igreja de São Domingos, Viana do Castelo
  • 18 de Março: Teatro Maria Matos, Lisboa (com Cláudia Guerreiro, João Nogueira e João Brandão)
  • 19 de Março: TREMOR, Ponta Delgada, Açores
  • 21 de Abril: Helena Sá e Costa, Porto (com Cláudia Guerreiro, João Nogueira e João Brandão)
  • 22 de Abril: Mosteiro de Rendufe, Amares
Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!